Redes Sociais

Notícias

Apesar da mudança do calendário, Brasileiro-2020 não será o mais curto disputado com 20 times e em pontos corridos

Publicado

em

A atual edição será disputada em 200 dias. Em 2011, 2012 e 2013, o torneio foi completado em 197 dias. Confira também outras curiosidades e descubra qual foi o campeão brasileiro com o menor intervalo entre partidas jogadas, o que precisou de menos dias para ser campeão e o único vencedor que não jogou no último dia do campeonato que conquistou

O Campeonato Brasileiro da série A de 2020, que começa neste sábado (dia 8) e que vai terminar apenas em fevereiro do próximo ano, mesmo com a alteração do seu início – que estava marcado para maio – não terá mudanças significativas em seus prazos, média de números por jogos e no espaço que os times terão para entrar em campo entre um dia e outro – sempre lembrando que, como sempre, o calendário será muito apertado para os times que estão disputando um campeonato continental, a Copa do Brasil e aqueles que ainda precisam jogar decisões dos Estaduais.

O atual campeonato será disputado em 200 dias. Na história do torneio, disputado por 20 clubes e em pontos corridos – desde 2006 -, já tivemos torneios disputados em 197 dias (2011, 12, 13). A duração do torneio também é menor do que a média das últimas 14 edições que é de 212, 5 dias.

Aqui é preciso também não se esquecer que nos anos de Copa do Mundo, o torneio sofre paralisações e, por isso, as edições de 2006, 2014 e 2018, são as mais longas com 232 dias, que com, praticamente 30 dias de parada, teriam 202 dias úteis de partidas.

Os participantes da edição de 2020 terão um intervalo de 5,26 dias (5,16 para quem estrear na próxima quarta) entre uma partida e outra, abaixo da média de 2006 para cá, que é de 5,57 dias, mas ainda bem mais confortável do que o Palmeiras, campeão da edição de 1972, que entrava em campo com sua Academia a cada 3,5 dias, praticamente metade do intervalo do que o Sport teve na edição de 1987 – que também só terminou no ano seguinte – que é de 7,2 dias.

Analisando as edições do Nacional de 1971 para cá é possível observar algumas boas curiosidades – confira rankings no fim do texto -, como a que aconteceu com o Cruzeiro, na edição de 2013. O time mineiro, campeão de forma brilhante daquele torneio, foi o único vencedor de Brasileiro que não entrou em campo no último dia da edição. Naquele ano, o time se despediu no sábado, dia 7 de dezembro, atuando contra o Flamengo e o torneio terminou no dia seguinte – no campo, pois ainda tivemos alguns desdobramentos nos tribunais, já que o próprio Flamengo e a Portuguesa escalaram jogadores irregulares na última rodada e perderam pontos, com o time paulista sendo rebaixado.

A torcida que menos precisou para comemorar o título de campeão foi a do Internacional. Em 1979, quando o time gaúcho se tornou a única equipe que ganhou o torneio de forma invicta (desde 1971) entre a estreia e a conquista diante do Vasco, no Beira-Rio, se passaram apenas 91 dias. Já a campanha mais longa em dias de um campeão foi a do Cruzeiro, em 2003. O time mineiro precisou de 260 dias para disputar 46 partidas, no primeiro Campeonato Brasileiro disputado por pontos corridos.

Confira alguns rankings com levantamento do período de duração dos Campeonatos Brasileiros:

Foto: Levantamento Humberto Peron

Antes que algum torcedor acabe reclamando, também seguem os números da Copa União de 1987:

Dias de disputa: 92

Número de jogos do Flamengo (campeão): 19

Intervalo entre as partidas do vencedor: 4,84 dias

Boa edição de Campeonato Brasileiro para todos nós – principalmente para o time que você torce.

Fonte: Peron na Arquibancada – Globoesporte.com / Foto de Capa: CBF / Divulgação


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: