Redes Sociais

Notícias

Atlético-GO arranca o empate com o Botafogo no Olímpico e segue invicto contra cariocas no Brasileirão

Publicado

em

Após time alvinegro sair na frente com gol de pênalti no fim do primeiro tempo com Victor Luis, Dragão consegue a igualdade no início do segundo tempo com Hyuri em partida equilibrada pela 12ª rodada

Resumão

Atlético-GO e Botafogo empataram em 1 a 1, na noite deste domingo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, em um confronto bem equilibrado no Olímpico. Após o alvinegro abrir o placar de pênalti com Victor Luis, nos minutos finais do primeiro tempo, após João Victor cortar cruzamento na área com a mão, o Dragão garantiu a igualdade no início do segundo tempo, com gol de Hyuri, depois de cruzamento de Janderson.

Agenda

Na próxima quarta-feira, o Atlético-GO vai até a Neo Química Arena enfrentar o Corinthians, às 21h30, em partida remarcada e válida pela primeira rodada do Brasileirão. No mesmo dia e horário, o Botafogo recebe o Bahia, no Nilton Santos, também em jogo da primeira rodada que foi remarcado.

Como ficam

Com o empate, o Atlético-GO chegou aos 13 pontos e aparece em 13º na tabela de classificação. O Botafogo, por outro lado, com 11 pontos, segue na zona de rebaixamento e é o 18º do Brasileirão.

Invicto contra cariocas no Brasileiro

Com o empate com o Botafogo, o Atlético-GO ficará invicto no primeiro turno contra times do Rio. O Dragão venceu o Flamengo por 3 a 0, empatou em 1 a 1 com o Fluminense e derrotou o Vasco por 2 a 1. Vale lembrar que o time goianiense ainda eliminou o Flu da Copa do Brasil, na última quinta-feira.

Pênalti do Botafogo

Aos 43 do primeiro tempo, Victor Luis chutou na beirada da área pela direita, a bola bateu na mão de João Victor e a arbitragem marcou pênalti! Na Central do Apito, o comentarista de arbitragem, Sandro Meira Ricci, concordou com a marcação do pênalti.

VAR em ação

O árbitro de vídeo teve trabalho no segundo tempo. Aos 9 minutos, João Victor recebeu pela direita, invadiu a área e caiu. Os jogadores pediram pênalti, mas Vuaden mandou seguir. Na sequência do lance, outra polêmica. Marlon Freitas chutou da entrada da área e a bola bateu em Forster. Outra vez, o Dragão pediu a penalidade por possível toque de mão. O VAR analisou o lance e nada foi marcado. Aos 49, foi a vez do Botafogo reclamar. Sousa finalizou da entrada da área e a bola explodiu na defesa do Atlético-GO. Os jogadores do Botafogo pediram pênalti por toque de mão. O lance também foi analisado pelo VAR, mas a penalidade não foi marcada. Na Central do Apito, o comentarista de arbitragem, Sandro Meira Ricci, concordou com as marcações.

Para vermelho?

Aos 47 do segundo tempo, Edson recebeu entrada dura de Kalou e precisou de atendimento. A arbitragem só marcou a falta. Ao analisar o lance na Central do Apito, o comentarista de arbitragem, Sandro Meira Ricci afirmou que a entrada de Kalou em Edson era para cartão vermelho.

Fonte: GE / Foto de Capa: Reprodução – Premiere


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: