Redes Sociais

Notícias

Autuori define estrutura tática do Botafogo e traça meta no Brasileiro: “Fazer uma época tranquila”

Publicado

em

Depois de mais de três meses parado, o Botafogo teve apenas uma semana de treinos para fazer três partidas num intervalo de sete dias no Campeonato Carioca. Longe de um cenário ideal, o técnico Paulo Autuori utilizou esse período para pavimentar uma ideia de jogo e revelou estar satisfeito com o que viu, na medida do possível.

O Botafogo busca reforços – Rafael ForsterKalouVictor Luis e Kevin são alguns nomes em negociação avançada -, mas a estrutura tática do jogo contra o Fluminense no último domingo, deve ser a adotada pelo treinador nos jogos do Campeonato Brasileiro Copa do Brasil, previstos para acontecerem a partir do mês de agosto.

– Aproveitei o Carioca para observar os jogadores e criar algumas variações táticas. Foi muito tempo sem jogar e pouco tempo de treino, logicamente que a equipe vai crescer em muitos aspectos. A estrutura da equipe que enfrentou o Fluminense deve ser a que vai iniciar o Brasileiro, mudando alguns nomes. Precisava deixar a equipe jogar o maior tempo possível para ter uma ideia clara. Sabe por que? Porque vamos ter 30 dias só treinando, sem jogo (risos) – afirmou Autuori ao “Canal do Nicola”.

Meta do Botafogo no Campeonato Brasileiro

Autuori vai além das funções de treinador e acredita que a meta do clube no Campeonato Brasileiro será fazer uma temporada tranquila, sem sustos, em meio à transição para a S/A.

– Sou muito pragmático nisso. O Botafogo tem que trabalhar para ganhar uma estabilidade desportiva, pavimentar um caminho para o seu futuro. Tem que fazer uma época tranquila. Tem que ter muita qualidade na sua vertente técnico-competitiva. Não é fácil conseguir isso com todas as dificuldades que o clube tem. Essa faixa etária entre 23 e 29 anos é onde os jogadores mais custam, entre transferência e salário. A grande maioria dos clubes não tem condições de investir como gostariam nessa faixa da maturidade competitiva dos jogadores. Temos que correr atrás das oportunidades de negócio, o que tem sempre um risco. É uma temporada de transição de gestão. É pavimentar o caminho para que, quando a S/A entrar, as coisas já estejam rodando – frisou.

Assista ao vídeo da entrevista com Autuori:

Fonte: Redação FogãoNET / Foto de Capa: Reprodução / YouTube


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: