Redes Sociais

Notícias

Autuori diz que Botafogo sofre retaliação da Ferj e pede mudanças no futebol carioca

Publicado

em

Envolvido em polêmica durante a semana passada ao criticar a Ferj, ser suspenso pelo TJD por 15 dias e liberado pelo STJDPaulo Autuori voltou a criticar a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. O treinador do Botafogo apontou retaliação da entidade ao clube, quando perguntado sobre a diferença do valor cobrado de taxas: R$ 25 mil a Botafogo e Fluminense, R$ 2.500 ao Flamengo e R$ 2.200 ao Vasco.

– Não preciso nem responder isso, os valores já dizem por si só que é retaliação, briga política. Como pode se pensar em qualidade do espetáculo, dar o mínimo de decência ao Carioca assim? Já suspenderam o rebaixamento. As coisas acontecem de acordo com interesses. Quem é do Rio sabe por quê suspenderam. Isso é conceitual, está na hora de haver mudanças no futebol do Rio de Janeiro. As pessoas têm que entender que há ciclos, é um método de gestão que não tem espaço nos dias atuais. Me parece que as pessoas da Federação não tem parâmetros, porque não saem daqui, ficam com a visão só no Rio – criticou Autuori à ESPN Brasil.

– Se parar para comparar com a Federação Paulista, por exemplo, é absurdo. Eu posso falar isso, tenho parâmetro, estive lá, fui convidado para reuniões. Mauro Silva faz um belíssimo trabalho, técnico, de quem foi campeão mundial e é reverenciado fora do Brasil – elogiou.

Carioca jogado de qualquer maneira

O técnico alvinegro não mostrou preocupação com a punição da Ferj ao clube tirando um mando de campo. A questão para ele, é maior, relacionado à qualidade da competição.

– O Botafogo está pronto para jogar onde quer que seja. Por respeito a sua torcida e à decência. O Botafogo nunca esteve contra a volta do Campeonato Carioca, apenas estava do lado certo no momento. Uma coisa são vontades pessoais, outras as necessidades. As prioridades têm que ser focadas nas necessidades. Havia necessidade de não voltar a treinos e jogos. Se tiver olhar abrangente, no Brasil, vemos que estamos ao lado da posição de preservar vidas, fazer as coisas com decência, de menos para mais, com consciência. O Carioca está sendo jogado de qualquer maneira, essa é a qualidade da competição estadual do Rio de Janeiro. Isso é conceitual, nada a ver contra quem está na Ferj, inclusive, tenho amigos lá dentro, o que não me impede de emitir uma opinião que não é só minha – explicou.

Sobre críticas ao Botafogo

Paulo Autuori também comentou as críticas que são feitas ao Botafogo por realizar protestos contra a volta do futebol, mas sofrer com atrasos de salários.

– Só posso rir. Vamos fazer uma analogia. Você tem um cidadão, trabalhador, que paga as coisas corretamente, mas que por uma série de problemas, pode ter contraído dívidas e atrasado compromissos. Nem por isso, ele deixa de estar do lado certo ou ter honra. Não tem nada a ver pagar, é um problema sério da maioria dos clubes brasileiros, não tem a ver com a pandemia. É claro que, com a pandemia, com tudo que vai gerar em relação a saúde financeira, ninguém sabe o que vai acontecer. Os clubes estarão desequilibrados no aspecto financeiro e econômico, como no desportivo e terão que competir tendo que atingir seus objetivos. Vai ser muito difícil se reequilibrarem e ter resultado desportivo – declarou.

Volta do público

A ideia da prefeitura do Rio de Janeiro de retornar a presença do público aos estádios em julho – limitando a um terço da capacidade – também não é bem vista pelo técnico alvinegro.

– Nesse momento, falar em volta do público ao estádio é absurdo, impossível. Países que primeiro conseguiram controlar (a pandemia), depois que estagnou e houve tendência de queda, aí começaram a pensar em volta do futebol, mas sem público. Isso mostra como a cidade, estado e futebol do Rio de Janeiro estão. Quando tem ações meramente políticas, que ao fim, não tem espaço no futebol, você começa a entender. As peças do quebra-cabeça são fáceis de serem encaixadas, porque há toda uma lógica por trás disso – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e ESPN Brasil / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: