Redes Sociais

Notícias

Autuori: “Equipe sofreu dois gols que não pode sofrer”

Publicado

em

Técnico concede entrevista coletiva e afirma: “Hoje perdemos o jogo porque falhamos nos gols. Sabemos disso”

O técnico Paulo Autuori concedeu entrevista coletiva após a derrota por 2 a 0 para o Internacional, neste sábado, no estádio Nilton Santos. Ele afirmou que a equipe falhou nos gols sofridos, mas não foi dominada pelo time gaúcho.

– A equipe sofreu dois gols que não pode sofrer, contra o líder da competição. Isso é nossa responsabilidade. Com isso, nós temos controle. O adversário não nos amassou, não teve toda hora oportunidade de gol. Pelo contrário, o Botafogo chegou no primeiro tempo, podia ter feito gol. Os critérios impedem da gente poder entender melhor as coisas, mas a responsabilidade é minha.

O técnico evitou críticas mais diretas à arbitragem:

– É uma equipe que está de alguma maneira conseguindo consistência. Hoje perdemos o jogo porque falhamos nos gols. Sabemos disso. Tivemos as chances, fizemos gols e, infelizmente, não foram validados.

Confira outros trechos da entrevista de Paulo Autuori:

Jogadores poupados

Com os que jogaram, a equipe se manteve. Eu tenho de salvaguardar… Se o futebol brasileiro não salvaguarda a integridade física dos jogadores, todas as equipes estão fazendo. O Internacional estava com quatro jogadores lesionados e todas as equipes estão assim. Gostaria muito de, no final do ano, ver um estudo sobre o número de lesões que vamos ter nesse ano. Isso é relevante. Se você não salvaguardar mais ainda, temos um grupo muito enxuto, muita juventude e outros com mais experiência. Então, com a comissão, tenho de analisar isso. Tem de ter um olho aqui, trabalhar e ter um olho no futuro.

Resultado

Hoje, o Botafogo não sai daqui com um resultado melhor, em relação ao que a gente controla, que é a nossa equipe, porque, no fundo, nós vacilamos nos gols, porque o jogo até, na minha ideia, se apresentou até com menos dificuldade do que esperávamos.

Situação de Cícero

Essa é uma lógica que a gente rapidamente e de uma forma clara explica. A entrada e saída de jogadores em um grupo é normal. O grupo de jogadores é um sistema aberto, está sempre se construindo com a chegada de jogadores e reconstruindo com a saída de algum jogador. Então, há uma situação, e todos sabem aqui que enquanto estiverem no grupo, vou utilizar da melhor maneira possível, porque sei o que estão fazendo no dia a dia em termos de nível profissional. Não tenho nada a falar sobre profissionalismo e entrega nos treinos e nos jogos de todos que estão aqui. Se amanhã ou depois for sair, o clube já sabe o que tem de fazer, estou aqui para contribuir de alguma maneira, em termos de fazer com que o Botafogo consiga equilibrar sua folha salarial. Se sair jogador, o problema é meu, a minha função é encontrar soluções. Até agora temos conseguido, vamos ver o futuro, nada me assusta. Os que estiverem aqui, vou contar com todos, os que tiverem de sair, vão sair de acordo com o que o clube determina. Vou fazer o melhor com os jogadores que estiverem presentes no grupo.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Reprodução


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: