Redes Sociais

Notícias

Botafogo adota cautela frente à rescisão da Globo; direitos estão como garantia

Publicado

em

A diretoria do Botafogo estuda cautelosamente todo o cenário decorrente da rescisão de contrato realizado pela Globo, ontem (2), para a transmissão do Campeonato Carioca. Internamente, o Alvinegro busca entender todas as possibilidades e, inclusive, avalia que a nota da Federação de Futebol do Rio (Ferj) indica que ainda há arestas que possam ser aparadas.

A ideia é se pronunciar sem possibilidade de um “passo em falso”, dada à importância da emissora na questão econômica do Alvinegro.

Uma questão que a cúpula leva em conta e, por isso, toma todos os cuidados possíveis é que houve um adiantamento de um resíduo, ou seja, uma pequena parte do contrato referente a 2021. Além disso, segundo o balanço de 2019, o Glorioso colocou o direito de transmissão do Estadual até 2024 como forma de garantia de um empréstimo junto ao Banco BMG.

“Crédito junto à Globo Comunicação e Participações S/A, Horizonte Conteúdos Ltda e Globosat Programadora Ltda, proveniente do Contrato de Cessão de direitos de captação, fixação, exibição e transmissão do Campeonato Estadual da Série A – Temporadas de 2017 a 2024. Cédula de emissão em 27/11/2019″, aponta trecho do documento.

Globo, até então detentora dos direitos de transmissão do Carioca, rompeu o vínculo de forma imediata ao alegar que houve quebra de contrato “quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista”, na noite da última quarta-feira (1º). A emissora, por outro lado, assegurou que “manterá os pagamentos desta temporada”.

O Rubro-Negro se apoiou na Medida Provisória 984 assinada recentemente pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que dá ao mandante da partida o direito de exibição.

Ferj, em nota, disse ter sido pega de surpresa e aconselhou que os clubes filiados que tinham contrato com a Globo não façam a transmissão de seus jogos, mesmo que na condição de mandantes.

Análise de cobranças da Ferj

Paralelamente a isso, a cúpula do Botafogo analisa o fato da Ferj ter feito cobranças de valores maiores ao clube – e ao Fluminense – em relação a Flamengo e Vasco no que diz respeito aos custos da rodada do último fim de semana.

As despesas dos jogos dos dois foram dez vezes maiores que as dos rivais, segundo borderôs do Campeonato Carioca. Enquanto o Cruz-Maltino e o Rubro-Negro pagaram R$ 2.200,00 e R$ 2.500,00, respectivamente, pela despesa operacional, Bota e Flu teriam, cada um, que desembolsar R$ 25.000,00 pela mesma cobrança.

Há a chance do Alvinegro formalizar uma representação cobrando explicações da federação sobre tais quantias.

Fonte: UOL / Foto de Capa: Úrsula Nery / Ferj


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: