Redes Sociais

Notícias

Botafogo aposta em Honda e Kalou para ter temporada com bem menos riscos

Publicado

em

Com as cinco contratações durante a paralisação, o técnico Paulo Autuori promete um time competitivo para o Campeonato Brasileiro. O treinador já admitiu que não se trata de uma equipe espetacular, mas capaz de fazer uma competição sem sustos. Depois de Honda, o clube seguiu o projeto de aliar experiência, repercussão internacional e possibilidade de aumento de receitas com a contratação do marfinense Salomon Kalou. O atacante deve estrear em setembro. Matheus Babi, Rafael Forster, Kevin e Victor Luis são os outros reforços contratados durante o período. Outros 10 jogadores chegaram no início do ano.

Durante o período de treinamentos, Autuori definiu o esquema base, a equipe titular, aprimorou o sistema defensivo, mas ainda tem dificuldades na criação de jogadas. Os amistosos contra o Fluminense confirmaram Benevenuto e Kanu cada dia mais entrosados, enquanto Barrandeguy e Victor Luis conquistaram a vaga nas laterais. No meio-campo, Caio Alexandre e Honda formam uma dupla de volantes que constrói o jogo e participa da recomposição defensiva, agradando o treinador, que descarta a necessidade de um jogador apenas de marcação no setor.

Nazário é o mais participativo do time no ataque, podendo jogar centralizado ou pelo lado direito. É, ao lado de Honda e Pedro Raul, um dos principais acertos nas contratações para a temporada. O setor ainda conta com Luis Henrique, que pode ser a salvação do orçamento, com multa rescisória de quase R$ 180 milhões e interesse de clubes europeus. Aos 18 anos, ganhou confiança e não deve perder a vaga nem para o astro Kalou, que deve substituir Luiz Fernando. O atacante ainda peca na tomada de decisão, mas é nele que está a expectativa pela evolução do ataque alvinegro.

Autuori tem um time equilibrado, com jovens em boa fase e jogadores mais experientes para orientá-los, como o goleiro Gatito Fernández e Honda. O elenco é tecnicamente limitado. Com 15 contratações na temporada, tem peças de reposição, mas pouco capazes de manter a qualidade dos titulares.

Ainda assim, os maiores problemas estão fora de campo, com a crise financeira que transformou a Botafogo S/A na única solução para a sobrevivência do clube. Salários atrasados fazem e continuarão fazendo parte da rotina durante o campeonato. Mais do que esquemas alternativos, soluções para o sistema ofensivo, Autuori precisará manter o grupo motivado, para que mesmo sem ser brilhante, a equipe consiga competir como ele imagina. O Botafogo não brigará por título, mas tende a ter uma temporada com menos riscos do que as últimas.

| Análise de Camila Carelli, da Rádio Globo |

“O Botafogo não brigará por título, mas tende a ter uma temporada com menos riscos do que as últimas”

| 15 JOGOS | 6 VITÓRIAS | 5 EMPATES | 4 DERROTAS – 64,2% DE APROVEITAMENTO |

Campeonato Carioca: eliminado na fase de grupos da Taça Guanabara e semifinalista da Taça Rio.

Copa do Brasil: está na 3ª fase (fez 1 a 0 no Paraná no jogo de ida).

ESTREIA

RED BULL BRAGANTINO x BOTAFOGO

Quarta (12), às 20h30 na Arena Barueri

* O duelo contra o Bahia pela 1ª rodada foi adiado.

TIME-BASE

Gatito; Barrandeguy, Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Caio, Honda e Nazário; Kalou, Luis Henrique e Pedro Raul

Fonte: Redação FogãoNET / Foto de Capa: @wsennadesigner


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: