Redes Sociais

Notícias

Botafogo castiga no contra-ataque, vence e derruba fase invicta do Atlético-MG

Publicado

em

Luis Fernando e Caio Alexandre aproveitam boas jogadas para construir a vitória; Igor Rabello desconta no fim

PRIMEIRA VITÓRIA

Um jogo bastante movimentado no Estádio Nilton Santos entre alvinegros com propostas diferentes. Quem dominou as ações, saiu derrotado. Melhor mesmo para os contra-ataques afiados do Botafogo derrotando o Atlético-MG por 2 a 1. O clube carioca soma a primeira vitória no Brasileiro e, de quebra, derruba a fase invicta de oito jogos de Sampaoli no Galo. Contragolpes fatais e a defesa em noite inspirada para suportar o volume de jogo dos mineiros foram as receitas do triunfo do Botafogo na quarta rodada do campeonato.

PRIMEIRO TEMPO

O Atlético conseguiu ficar com a posse de bola e teve vários escanteios a seu favor na etapa inicial. As cobranças de Hyoran resultaram em duas bolas na trave de companheiros, mas ao mesmo tempo, o Botafogo se aproveitou dos espaços deixados pelo Galo nos contragolpes. Em um deles, Luis Herique recebeu livre na ponta esquerda, deixou Guga na saudade e chutou para Rafael defender parcialmente. No rebote, Luis Fernando jogou para dentro e abriu o placar. O Galo tentou o empate, mas errava no passe final. Em novo contra-ataque, o Botafogo teve a chance de ampliar com Pedro Raul, livre, mas o centroavante chutou muito por cima.

SEGUNDO TEMPO

O Botafogo manteve a proposta de atacar o Atlético no erro do rival. Precisou suar a camisa na defesa, pois o Galo se manteve no controle das ações ofensivas. Hyoran, por duas vezes, falhou na finalização. O Atlético ainda acertou a trave do goleiro em belo lance de voleio de Savarino, mas o Botafogo quase ampliou com Bruno Nazário, porém, após revisão do VAR, a arbitragem apontou mão de Matheus Babi na origem do lance (com falha grave de Junior Alonso, salva pela tecnologia). Entretanto, o paraguaio ainda iria vacilar. Em boa jogada coletiva, com direito a virada de jogo, Caio Alexandre entrou sozinho na pequena área do Atlético e deu números finais ao jogo. Nos segundos finais, Igor Rabello recebeu de Jair e conseguiu diminuir o placar.

PAREDÃO

A defesa do Botafogo foi intransponível. Ainda que a trave de Gatito Fernández tenha trabalhado a favor do time mandante, a dupla de zaga formada por Kanu e Marcelo Benevenuto não deixou passar nada. Grande partida dos defensores do clube da estrela solitária, ainda que nos segundos finais, tenham deixado Igor Rabello livre para descontar a favor dos mineiros, em bom passe de Jair.

AGENDA

O Botafogo terá o clássico contra o Flamengo na próxima rodada, em jogo marcado para às 11h (de Brasília) no domingo que vem. Já o Atlético volta a jogar fora de casa e visita o Internacional em Porto Alegre, às 19h (de Brasília) no próximo sábado.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: