Redes Sociais

Notícias

Botafogo inicia plantio dos gramados, mas mudança para o novo CT segue sem data

Publicado

em

Campo 3 começou a ser plantado na última semana e campos 1 e 2 passarão pelo processo em seguida; dinheiro não é suficiente para continuidade das obras

O Botafogo iniciou na última semana o plantio da grama no campo 3 do centro de treinamentos que está sendo construído pelo clube em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Após a conclusão dos três primeiros campos, as obras serão paralisadas e a continuidade depende de recursos a serem arrecadados pela próxima gestão. Não há previsão de quando será feita a mudança para o novo CT.

Depois de plantada a grama no campo 3 com o mesmo método utilizado em campos da Copa do Mundo no Catar, como informou inicialmente o blog “Fogo na Rede”, serão feitos os plantios também nos campos 1 e 2.

A última previsão do Botafogo dava conta de que os três campos, que correspondem à primeira etapa das obras, seriam terminados em agosto passado.

O dinheiro usado para os campos foi cedido pelos irmãos Moreira Salles, que também bancaram a compra do terreno – o Espaço Lonier. Os cerca de R$ 25 milhões serão ressarcidos em um prazo de 30 anos, em 360 parcelas corrigidas pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Além da construção dos campos, os R$ 5 milhões que restaram após a aquisição do espaço foram empenhados em taxas, impostos, registro de escrituras, levantamentos topográficos, projeto de arquitetura, retirada e transplantio de árvores, entre outros itens.

Internamente, há pessimismo sobre a conclusão do CT. Se no ano passado, o Botafogo trabalhava com a possibilidade de transferência das categorias de base para o local no início de 2020, agora pessoas ligadas ao clube acreditam que isso não deve acontecer nem em 2021. Sem infraestrutura de apoio, não há condições para abrigar atletas nesse momento e nenhuma previsão para a mudança.

Há alguns meses, a esperança era de que a Botafogo S/A ficasse responsável pela finalização do CT. Agora, após complicações com o cenário imposto pela pandemia, até mesmo o projeto foi colocado em risco e o clube estuda outras possibilidades para superar as dívidas, inclusive a recuperação judicial.

O CT torna-se, então, mais um desafio a ser abraçado pelo próximo presidente do Botafogo, que será escolhido em eleição marcada para o dia 24 de novembro.

O projeto do CT do Botafogo é da Tecnoplano, empresa portuguesa que tem no currículo os centros de treinamento da seleção de Portugal e do Benfica. A Greenleaf é a responsável pelo preparo dos campos. O local atenderá não só aos profissionais, mas também às categorias de base, que hoje treinam em General Severiano e no Caio Martins, em Niterói.

O Espaço Lonier possui 200.000 m² e sua estrutura já oferecia auditório, vestiários, restaurantes, além de um hotel com 40 quartos com capacidade para receber até 180 pessoas.

Fonte: GE / Foto de Capa: Divulgação


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: