Redes Sociais

Notícias

Botafogo não consegue “nada consta” dos jogadores e está fora do NBB

Publicado

em

O Botafogo está fora da próxima edição do Novo Basquete Brasil (NBB). Em uma assembleia realizada no final da tarde de ontem (11), a associação de atletas e a enorme maioria dos clubes filiados rejeitou a inscrição do clube alvinegro, que tem dívidas com seis atletas da temporada passada. O time de Rio Claro também não foi aprovado. Outro time tradicional do interior de São Paulo, São José também está fora, após 8 anos na elite.

O clube que representa o Botafogo no NBB não é o Botafogo de Futebol e Regatas, mas a Associação Botafogo Olímpico, um CNPJ independente apto a receber recursos públicos incentivados. Pelo Botafogo tradicional, o time de basquete estaria acabado, mas um torcedor conseguiu autorização da diretoria para assumir esse CNPJ e tentar levantar fundos para a equipe.

Esse torcedor, Carlos Salomão, precisava apresentar até a última terça-feira (8) o “livro de dívidas” zerado. Isso significa que ele precisaria recolher declaração de cada um dos jogadores da temporada passada afirmando que o clube quitou salários e direitos de imagem da temporada passada.

De fato, quando a temporada 2019/2020 acabou, o Botafogo tinha grandes dívidas com o elenco, mas Salomão conseguiu liberar o valor de patrocínio pago pela Ambev e foi atrás dos jogadores. Os salários teriam sido quitados, mas não os valores referentes aos contratos de imagem posteriores a março, quando o NBB parou e a imagem dos atletas deixou de ser utilizada.

Ele não conseguiu essas declarações dentro do prazo, mas ganhou uma exceção de mais 48 horas, até o fim da tarde de quinta-feira (10). Seis atletas, entretanto, não aceitaram as condições propostas e não deram baixa no livro. Diante dessas negativas, a associação de atletas não aceitou a participação do Botafogo no NBB, sendo acompanhada pelas demais franquias. Só o Basquete Cearense foi favorável.

Sem o Botafogo, em tese, fica aberta uma vaga na Champions League da próxima temporada. Em tese, porque a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) entende que a vaga é do Botafogo, campeão da Liga Sul-Americana em 2020, independente do time carioca jogar o NBB.

Caso o Botafogo fique de fora, porém, começará outra disputa. O Corinthians, vice-campeão do torneio, defende que a vaga deve ser herdada por ele. Já o São Paulo, terceiro colocado no NBB, acredita que o direito é seu.

Fonte: Blog Olhar Olímpico – UOL / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: