Redes Sociais

Notícias

Botafogo pede discussão coletiva de MP de direitos de transmissão: “Flamengo pensou nele”, diz dirigente

Publicado

em

A polêmica MP 984/2020 publicada pelo presidente Jair Bolsonaro mudou as regras dos direitos de transmissão no futebol brasileiro, transferindo os mesmos apenas para o clube mandante. Comemorada pelo Flamengo, a Medida Provisória não foi tão bem vista pelo Botafogo.

O vice-presidente comercial e de marketing, Ricardo Rotenberg, criticou a origem da MP e revelou a criação de uma associação dos clubes, que poderá debater o tema.

– Teve um erro de entrada, a Medida Provisória pode ser interessante, mas deveria ser discutida pelo conjunto dos clubes. Não pode ser levada por um só clube. Em geral, pode ser um fator multiplicador de receitas para os clubes, não tenho a menor dúvida. Podem ter suas plataformas e vender caro para os veículos de comunicação, mas nossa posição é criar um coletivo para discutir isso. O Botafogo está na frente junto com Corinthians e a maioria dos grandes de criar uma associação dos clubes. Essa MP, de certa maneira, provocou que as pessoas debatam isso – afirmou Rotenberg.

Botafogo tem contrato até 2024 com a TV Globo, que entende que a MP não muda os contratos em vigor. Pensamento diferente do Flamengo, que acredita poder transmitir o jogo contra o Boavista pela Taça Rio.

– O Flamengo, obviamente, não propôs ao presidente pensando nos clubes, pensou nele. Não consultou os outros clubes. Agora, a MP está indo para o Congresso, os clubes vão poder ir aos deputados e ao Rodrigo Maia (presidente da Câmara) para propor mudanças eventuais. Não queremos confronto com a Rede Globo, com quem temos contrato até 2024. Temos que caminhar de uma maneira que não seja tiro no pé. Temos que corrigir a MP para garantir contratos assinados, mas a Globo tem que dar uma melhorada para os clubes também – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Jorge Nicola / Foto de Capa: Reprodução


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: