Redes Sociais

Colunas

Botafogo se classifica para a final, mas Jair garante: “A prioridade é a Libertadores”

Publicado

em

A classificação para a final da Taça Rio foi comemorada pelo técnico Jair Ventura, mas sem maior empolgação. Em entrevista coletiva após a vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, o treinador do Botafogo ressaltou que a prioridade são os jogos pela Libertadores nas próximas semanas: contra Atlético Nacional, na quinta-feira, e contra o Barcelona de Guayaquil, no dia 20.

– É bom poder disputar a minha primeira final como profissional, mas sabendo também que a prioridade, e não escondemos isso, são os dois jogos casados na Colômbia e Equador – disse Jair.

Ao analisar a vitória sobre o Fluminense, obtida com uma equipe essencialmente reserva, o técnico elogiou seu elenco e afirmou que o resultado foi um bom teste para saber com quem contar.

– Jogos você ganha com times, campeonatos você vence com elencos. É importante. Pudemos observar os meninos, que foram muito bem. É bom para vermos a real condição dos nossos jogadores, quando precisarmos de uma eventual substituição. Aprendemos com os nossos erros, voltamos mais ligados, mais fortes no segundo tempo, tivemos chance de aumentar o placar. Então os atletas estão de parabéns.

Confira outros tópicos da coletiva:

Semifinal com reservas

Jogos você ganha com times, campeonatos você vence com elencos. É importante. Pudemos observar os meninos, que foram muito bem. É bom para vermos a real condição dos nossos jogadores, quando precisarmos de uma eventual substituição. Aprendemos com os nossos erros, voltamos mais ligados, mais fortes no segundo tempo, tivemos chance de aumentar o placar. Então os atletas estão de parabéns. É bom poder disputar a minha primeira final como profissional, mas sabendo também que a prioridade, e não escondemos isso, são os dois jogos casados na Colômbia e Equador.

Volta para a final da Taça Rio

Vamos nessa, é uma dor de cabeça boa. Aumentando as minhas milhas, vou fazer esse bate e volta. Mas é bom, voltar para disputar uma final, contra uma grande equipe, mais um clássico. A gente já estava programado. Com todo o respeito ao Fluminense, mas a gente pensa sempre em vencer. Serão cinco ou seis jogadores, estamos vendo a situação das passagens, isso pode mudar. Fizemos uma reserva de oito, mas temos de ver o que vamos conseguir.

Camilo

É importante, importantíssimo para nossa equipe. Foi fundamental na arrancada no ano passado, é fundamental jogando esse ano. Mesmo não dando assistências, municia os atacantes, luta muito, se entrega. Pode ser decisivo jogando de forma coletiva como vem fazendo. É o meu camisa 10.

Motivação para final

Estamos estudando algumas possibilidades. Quando é clássico é mais fácil, principalmente uma final. Em nenhum momento disse que esses jogadores de hoje não têm chance de iniciar a próxima partida. Muitos têm. Para uma final, um clássico, não precisa nem virar o interruptor. A gente jogar um clássico em casa, com nossa torcida, a expectativa te empurra.

Fernandes

Fernandes foi bem, acabou envolvido no pênalti ali, mas foi bem. Está quebrando um galho para a gente, conversei bastante com ele. Fez uma boa partida, está de parabéns.

Como resolveu caso Camilo

Apesar da pouca idade, tenho muito tempo de futebol. Na verdade, resolve fácil. Ainda nem tive a chance de expor o que aconteceu. Não teve problema algum, nós conversamos, é um cara que gosto muito, tenho carinho, gratidão porque me ajudou bastante, mas o treinador tem de escalar quem ele acha que tem de jogar. Fico feliz pelo Camilo ter participado do jogo e tenho certeza que ele vai nos ajudar bastante.

Logística

A logística a gente sabe que vai ser difícil. Temos de ter o quantitativo para jogar a final. Faremos dois jogos dificílimos fora. Vamos ver os jogadores que estão em melhor condição física. O Camilo e outros que começaram hoje podem começar na quinta. Nunca disse que quem jogou hoje não jogaria na quinta.

Igor Rabelo

Planejamento. Eu uso como exemplo o Sassá. Saiu e voltou outro jogador. O Igor, a mesma situação. Quando a gente empresta é para ter vivência, ter uma outra experiência, jogar mais. O Igor voltou outra pessoa. É muito importante. Temos de ter calma.

Jogo em Medellín

O Atlético teve a inauguração de um CT, está na frente de vários clubes europeus, está financeiramente muito bem. Comparo com o Palmeiras. Vendeu muito jogador, mas contratou também. Eles têm um grupo com uma boa variação. Sabemos da dificuldade de dois jogos fora e da importância de pontuar. Começamos bem na fase de grupo, vamos lutar para pontuar fora agora.

Montillo e Airton

Sentiram um desconforto os dois, vão ser reavaliados amanhã. Aí teremos uma definição. Espero que não seja nada demais e possam viajar com a gente.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: