Redes Sociais

Notícias

Botafogo tem segundo pior ataque e saldo de gols mais negativo entre clubes da Série A

Publicado

em

Com 12 gols em 12 jogos, Alvinegro balança as redes uma vez por partida

Doze jogos depois do início da temporada para o Botafogo, o Alvinegro apresenta números que, comparados aos rivais da elite nacional, ligam o alerta no Nilton Santos. Nas primeiras partidas do ano, o Alvinegro tem o segundo pior ataque e o saldo de gols mais negativo entre os times da Série A.

O Botafogo fez 12 jogos oficiais em 2020. Foram cinco vitórias, quatro derrotas e três empates. O time marcou 12 gols, média de um por partida. O desempenho só não é pior que o do Vasco, que marcou oito vezes em 14 confrontos.

Se não foram muitos os gols marcados, os sofridos vieram em maior quantidade. Foram 15, o que dá um saldo de gols de -3 nesta temporada. O Vasco, desta vez, está logo à frente, com -2. A dupla carioca é a única com marca negativa entre as 20 equipes que disputarão a Série A em 2020.

Saldos de gols das equipes da Série A

TimesJogosGols feitosGols sofridosSaldo de gols
Flamengo1636 (2,25 por jogo)12 (0,75 por jogo)24
Atlético-GO1327 (2,08 por jogo)4 (0,31 por jogo)23
Fluminense1532 (2,13 por jogo)10 (0,67 por jogo)22
Fortaleza1425 (1,79 por jogo)9 (0,64 por jogo)16
Internacional1523 (1,53 por jogo)7 (0,47 por jogo)16
Palmeiras1220 (1,67 por jogo)5 (0,42 por jogo)15
Bahia1725 (1,47 por jogo)10 (0,59 por jogo)15
Coritiba1224 (2 por jogo)11 (0,92 por jogo)13
Grêmio1320 (1,54 por jogo)9 (0,69 por jogo)11
Ceará1521 (1,4 por jogo)11 (0,73 por jogo)10
São Paulo1218 (1,5 por jogo)9 (0,75 por jogo)9
Goiás1520 (1,33 por jogo)12 (0,8 por jogo)8
Atlético-MG1319 (1,46 por jogo)11 (0,85 por jogo)8
Athletico-PR1423 (1,64 por jogo)17 (1,21 por jogo)6
Bragantino1013 (1,3 por jogo)7 (0,7 por jogo)6
Santos1213 (1,08 por jogo)9 (0,75 por jogo)4
Sport1617 (1,06 por jogo)15 (0,94 por jogo)2
Corinthians1214 (1,17 por jogo)12 (1 por jogo)2
Vasco148 (0,57 por jogo)10 (0,71 por jogo)-2
Botafogo1212 (1 por jogo)15 (1,25 por jogo)-3

Com apenas cinco jogos no comando do Botafogo, Paulo Autuori ainda terá muito trabalho para arrumar o time. O treinador, no entanto, se nega a depositar apenas nos jogadores de ataque a responsabilidade por melhorar o desempenho ofensivo alvinegro.

– Não acho que é problema só de finalização. O erro na finalização é resultado de uma série de fatores. Não é só ir para o campo e rolar a bola para finalizar. Tem um contexto do jogo, a parte emocional… Alguns jogadores sentem mais, outros menos. Peço a eles coragem de tentar algo diferente, correr riscos – disse o treinador em entrevista antes da parada nos campeonatos.

Vagas em disputa

Com a temporada no início e de técnico novo, o Botafogo ainda precisa mostrar uma maneira de jogar. Por isso, vagas estão abertas no time titular. O astro da temporada, Keisuke Honda, só tem uma partida no ano, o empate em 1 a 1 contra o Bangu. A esperança é que o japonês consiga melhorar o desempenho ofensivo da equipe.

Gatito Fernández, Marcelo Benevenuto, Bruno Nazário e Luis Henrique são os que mais atuaram na temporada com a camisa alvinegra (10 vezes, número de vezes que o time titular entrou em campo). A zaga, as laterais, o meio e o ataque, ou seja, todos os setores, ainda passam por testes, e Autuori ainda não encontrou uma equipe ideal.

Os números ruins do ataque passam também pela instabilidade nas posições de ponta direita e de centroavante, já que Pedro Raul, principal opção, sofre com problemas musculares nesse início de temporada. O técnico já escalou o ataque sem pontas e também testou Gabriel Cortez, Bruno Nazário e Luiz Fernando no lado direito.

*Os números são do Espião Estatístico.

Fonte: Globoesporte.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: