Redes Sociais

Colunas

Bruno Silva comemora gol em seu “freguês”

Publicado

em

A torcida do Figueirense encheu o Orlando Scarpelli, mas foi o Botafogo que se sentiu em casa. Além dos botafoguenses terem ido em peso ao estádio para empurrar o time, o Alvinegro contou com um jogador para lá de acostumado ao campo: Bruno Silva. E foi justamente ele o herói da vitória por 1 a 0 no último domingo, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O volante relembrou os velhos tempos de Avaí, quando atuou no lar do rival durante cinco anos e nunca perdeu um clássico lá. Pelo clube catarinense, acumulou quatro vitórias e dois empates no local, e pelo time carioca ganhou a primeira no retorno, agora com gol e a fama de carrasco mais forte.

– Quando eu jogava pelo Avaí não perdi aqui. É um adversário que conheço bem, fiquei cinco anos no Avaí e sempre enfrentava. Esse foi meu primeiro gol no Figueirense, saiu na hora certa – vibrou o volante, que defendeu o Avaí em três passagens entre 2008 e 2012.

Bruno Silva marcou o seu terceiro gol com a camisa do Botafogo em 47 partidas pelo clube (veja no vídeo abaixo). A média vinha sendo um a cada três meses: fez um em março sobre o Madureira, no Carioca, outro em junho no Atlético-MG, já pelo Brasileirão, e o terceiro deveria sair no final de setembro para manter a sequência, mas acabou atrasando alguns dias. Nada que tire o alívio e o peso das costas do volante, que vira e mexe sofre com críticas da torcida.

– Desde que cheguei aqui no Botafogo venho tentando. Muitas vezes errei o gol, mas é fruto do trabalho também. Durante o treinamento o Jair sempre dá liberdade para eu chegar (à frente), meus companheiros também, então foi um gol importante. Veio na hora certa, estava precisando.

Apesar de Jair Ventura ter deixado Bruno Silva em campo até o final, o técnico revelou em entrevista coletiva após a partida que o volante quase foi vetado por causa de um incômodo muscular na coxa e correu o risco de sequer viajar. Segundo ele, o sacrifício valeu a pena.

– O Bruno, o que esse cara corre. Ele não estava nem para viajar, tinha incômodo no posterior da coxa. Falou: “Professor, não dá para mim.”. Falei: “Vamos, a gente faz o teste no vestiário.” Ele se sentiu bem, foi e acabou ajudando a gente com essa vitória importantíssima fora de casa.

O Botafogo retorna ao Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira e já se apresenta direto em General Severiano para um treino regenerativo. O time volta a campo já nesta quarta contra o Internacional, às 21h45 (de Brasília), na Arena, desta vez sem Bruno Silva. O herói contra o Figueirense recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Dudu Cearense e Diogo Barbosa, caso o ala seja liberado pelo departamento médico, são os candidatos à vaga.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: