Redes Sociais

Colunas

Bruno Silva pode pegar até 6 jogos de suspenção

Publicado

em

A Procuradoria da Justiça Desportiva denunciou na tarde desta segunda-feira o volante Bruno Silva, do Botafogo, por desrespeitar a arbitragem ao chutar a bola em direção ao juiz Bráulio da Silva Machado, durante a derrota para o Grêmio na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Enquadrado no artigo 258, §2º, II do CBJD, ele pode pegar até seis jogos de suspensão no julgamento que está marcado para a próxima sexta-feira.

Além do jogador, o árbitro Bráulio da Silva Machado também será julgado por deixar de cumprir sua função. Confira, abaixo, justificativa do STJD:

“Aos 14 minutos do segundo tempo, Bruno Silva chutou a bola na direção do árbitro Bráulio da Silva Machado e recebeu o cartão amarelo. Após análise da súmula e do vídeo do lance, a Procuradoria ofereceu denúncia ao atleta por assumir conduta contrária á disciplina e desrespeitar a equipe de arbitragem, conforme descrito no artigo 258, §2º, II do CBJD e ao árbitro no artigo 261-A por deixar de cumprir as obrigações relativas à sua função. No entendimento da Procuradoria, o árbitro cometeu notório equívoco ao não aplicar o cartão vermelho direto ao jogador alvinegro. Bruno Silva corre o risco de receber suspensão de uma a seis partidas, enquanto Bráulio pode ser punido com suspensão de 15 a 90 dias, cumulada ou não com multa entre R$ 100 a R$ 1 mil.”

No mês passado, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) denunciou Bruno Silva pela expulsão na final da Taça Rio, contra o Vasco. O volante, que acertou uma bolada no juiz Bruno Arleu de Araújo, foi enquadrado no parágrafo 3 do artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em agressão à equipe de arbitragem e prevê pena mínima de 180 dias de suspensão. Porém, o volante pegou três jogos. Como já cumpriu um, ficou devendo mais dois para o Carioca de 2018.

– Foi sem intenção a bolada no juiz (contra o Vasco). Contra o Grêmio também foi uma infelicidade. Não me preocupo com isso. Sei que não sou isso que estão falando. Vou continuar trabalhando e sei que mais gols vão sair para ajudar o Botafogo. Pratico um esporte de contato. Expulsão é normal. Não foi a ultima vez – disse ele, durante a coletiva de imprensa após o treino da tarde desta segunda-feira.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: