Redes Sociais

Notícias

Chegada de Kalou acirra disputa de vaga entre os “gringos” do Botafogo

Publicado

em

Elenco alvinegro já conta com seis atletas de fora do país, mas o Regulamento Geral de Competições da CBF impõe limite de cinco estrangeiros a serem relacionados por partida

A contratação do marfinense Salomon Kalou pelo Botafogo aumentou para seis o número de estrangeiros no elenco alvinegro. O jogador de 34 anos vai se juntar a Gatito (Paraguai), Lecaros (Peru), Cortez (Equador), Barrandeguy (Uruguai) e Honda (Japão). Com o limite imposto pela CBF de, no máximo, cinco não brasileiros relacionados por partida, seja para começar jogando ou ficar no banco, um deles terá que ficar fora do time, quando o Glorioso puder contar com a força máxima.

Kalou, Gatito e Honda são, a princípio, os três nomes com status de titulares absolutos. O goleiro, no entanto, costuma ser convocado para defender a seleção paraguaia nas datas Fifa, o que pode abrir uma vaga. Para 2020, o calendário prevê seis datas para os jogos das Eliminatórias. São duas no mês de setembro, nos dias 3 e 8, duas em outubro, 8 e 13 e duas em novembro, nos dias 12 e 17. O Campeonato Brasileiro não será paralisado.

Restam, assim, dois lugares para serem disputados por três jogadores, Cortez, Barrandeguy e Lecaros. Os dois primeiros ainda são vistos com desconfiança pela torcida. O peruano deixou boa impressão nos poucos minutos que jogou, mas tem a pouca rodagem jogando contra.

O uruguaio Barrandeguy pode ser favorecido, pelo menos nos primeiros meses do Brasileirão, pelo fato da lateral direita ser uma posição carente de bons nomes. Ele disputa vaga com Marcinho, que ainda se recupera de lesão no joelho, Fernando, outro que ainda não convenceu e Kevin, recém chegado que vai precisar mostrar serviço.

Gabriel Cortez, pelo contrário, precisa lidar com a concorrência de jogadores talentosos como Bruno Nazário e Honda, pelo meio e Luis Henrique e Kalou, pelas pontas. O equatoriano estreou como titular contra o Boavista, em março, mas não foi bem. Na partida seguinte, contra o Paraná pela Copa do Brasil, também não teve boa atuação e, desde então, é visto com um pé atrás pela exigente torcida do Glorioso. Após a pausa do futebol, entrou apenas no segundo tempo do empate sem gols com a Portuguesa.

Contratado como aposta no início do ano, o peruano Alex Lecaros teve poucas oportunidades, mas aproveitou os minutos em campo e conseguiu deixar boa impressão e somar pontos com a comissão técnica. Na goleada por 6 a 2 sobre a Cabofriense, pela Taça Rio, entrou aos 40 da segunda etapa, mas teve tempo de fazer bela assistência para Caio Alexandre marcar o último gol da partida. Pesam contra ele, no entanto, a pouca rodagem no futebol brasileiro e o aspecto físico, pois ainda é visto como um atleta frágil, que precisa de um trabalho específico de fortalecimento muscular.

A tendência é que o técnico Paulo Autuori adote um rodízio a depender do adversário e do momento da competição. Pela longa duração dos torneios nacionais, nem sempre será possível ter os seis jogadores à disposição ao mesmo tempo.

Veja o que diz o Regulamento Geral de Competições da CBF:

Art. 42 – Os Clubes poderão relacionar nas súmulas de cada partida até 5 (cinco) atletas estrangeiros, excepcionados os registrados como refugiados que, para efeitos das competições coordenadas pela CBF, equiparam-se aos atletas nacionais, sem nenhuma restrição de direitos.

Fonte: Lance / Foto de Capa: Divulgação / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: