Redes Sociais

Notícias

Clubes iniciam movimento na base e vão pedir à CBF adiamento de Copa do Brasil sub-20 e Brasileiro sub-17

Publicado

em

Pelo menos nove times já se manifestaram a favor de novas datas. Rodadas entre terça e quinta que vem envolvem mais de 500 pessoas e preocupam equipes médicas das equipes

Com atendimento parcial à recomendação geral do Ministério da Saúde sobre cancelamentos, adiamentos ou restrição de público em partidas no futebol brasileiro, a CBF já recebe manifestações de clubes brasileiros para rever sua posição ao menos em competições de base. Por iniciativa de pelo menos nove clubes participantes, dirigentes de base pedem adiamento do Brasileiro sub-17 e Copa do Brasil sub-20, com rodadas previstas para as próximas terça e quarta-feira.

Palmeiras, São Paulo, Santos, Vasco, Internacional Grêmio, Cruzeiro, Sport e Bahia fazem parte do Movimento de Formação do Futebol de Base (MFFB), que é presidido por Eduardo Freeland, do Flamengo, e iniciaram ação para levar até as instâncias superiores da CBF. Os primeiros contatos já foram feitos com representantes da área médica da entidade máxima do futebol brasileiro.

Em grupo de WhatsApp entre médicos de base, os profissionais lembraram até recente surto de caxumba que se espalhou rapidamente entre atletas de base do Flamengo – à época, provocou adiamento da final do Brasileiro da categoria.

Há 10 jogos do Brasileiro sub-17 e mais 14 jogos da Copa do Brasil sub-20 programados para a próxima semana (entre terça e quinta-feira). O cálculo, que envolve deslocamentos por aeroportos (e conexões para voos mais longos) e estadias em hotéis, envolve cerca de 500 pessoas entre atletas, a maioria, e estafes dos clubes em deslocamentos interestaduais.

– Se um pegar, quase impossível controlar – comentaram os médicos da base de clubes, que alertaram ainda para o horário das partidas (15h) e a natural preocupação menor a cuidados de jovens atletas, entre 17 e 20 anos.

Está em discussão um memorando para ser enviado à CBF. Nos primeiros contatos, a entidade prometeu avaliar a situação, mas repete, até agora, o teor da nota oficial dessa sexta, em que dizia estar em contato com o Ministério da Saúde e atento ao avanço do coronavírus.

Apenas seis estados com restrição de público

Apesar da recomendação do Ministério da Saúde para cancelar, adiar ou restringir acesso ao público – ou seja, portões fechados -, apenas Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal, decidiram fechar os jogos nesta rodada do fim de semana. São Paulo vai fechar apenas os jogos nas capitais.

A entidade máxima do futebol explicou que a diferença, neste momento, se dá porque nestas capitais do Sudeste a contaminação já é comunitária – ou seja, entre a população, sem contato direto com alguém que viajou. Sem detectar a origem da transmissão.

Questionado sobre a decisão da CBF de determinar portões fechados apenas no Rio e em São Paulo, o Ministério da Saúde respondeu através de sua assessoria.

– Como não existe nenhuma determinação (ordem) por parte do Ministério da Saúde, as decisões ficam a critério do Governo Estadual. O Ministério da Saúde faz as recomendações, mas cada estado possui seu plano de contingência e toma decisões de acordo com o seu panorama.

Fonte: Globoesporte.com

Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: