Redes Sociais

Notícias

Com 45 idas e vindas, o número de mudanças no elenco do Botafogo que é “absurdo” para Autuori

Publicado

em

Clube fez 20 contratações, enquanto 25 atletas que tiveram espaço no grupo profissional foram embora desde o fim 2019. Gestão é criticada pelo treinador em análise sobre o futebol brasileiro

Na entrevista coletiva do último sábado, Paulo Autuori voltou a criticar a organização do futebol brasileiro, do calendário às decisões dos dirigentes. A revolta foi com os critérios para demissões de treinadores. No meio da bronca, sobrou para a gestão do Botafogo, que fez muitas mudanças no elenco desde 2019.

– Do final do ano para agora, se nós contabilizarmos as saídas de jogadores, é algo absurdo. Eu já fiz essa conta – disse.

– Está na hora de tratar o futebol de outra forma e não só no Botafogo, mas no futebol brasileiro. É um oba oba enorme. Chega de colocar a conta só nas costas dos treinadores e chega de falta de respeito com alguns treinadores brasileiros, que têm história e devem ser respeitados. O futebol brasileiro precisa respeitar os seus profissionais – completou o treinador.

A reportagem foi atrás desse número e mapeou no “Vai e Vem do GE” 45 chegadas e saídas desde o fim da temporada de 2019, entre reforços, dispensas e jogadores negociados. Quatro nomes estão nas duas estatísticas: Ruan Renato, Danilo Barcelos, Thiaguinho e Gabriel Cortez, atletas que foram contratados e liberados durante 2020.

Vai e Vem do Botafogo

ChegadasSaídas
BarrandeguyAlan Santos
Bruno NazárioAlex Santana
Davi AraújoCarli
Danilo BarcelosCícero
Gabriel CortezDanilo Barcelos
Guilherme SantosDiego Souza
HondaEzequiel
KalouFernandes
KevinGabriel
LecarosGabriel Cortez
Luiz OtávioGilson
Matheus BabiGustavo Bochecha
Pedro RaulIgor Cássio
Rafael ForsterJean
Rafael NavarroJoão Paulo
RenteríaLeandrinho
Ruan RenatoLeo Valencia
ThiaguinhoLuiz Fernando
WarleyRickson
Victor LuisRodrigo Pimpão
Ruan Renato
Thiaguinho
Vinicius Tanque
Victor Rangel
Yuri
Fonte: Vai e Vem do GE

Cinco jogadores deixaram o Botafogo como titulares de 2019. Sete reforços contratados para essa temporada são considerados titulares.

A movimentação alvinegra no mercado foi considerável até mesmo no recorte da “era Autuori”. O treinador chegou em fevereiro, portanto, não fez parte do planejamento de pré-temporada. Mesmo assim, viu 7 jogadores serem contratados e outros 12 saírem do clube.

Planejamento já rendeu críticas

Não é a primeira vez que o treinador pede mudanças na forma de gerir não só o futebol brasileiro, mas o Botafogo especificamente. Em julho, o treinador aproveitou a dispensa de Gabriel Cortez por indisciplina para criticar as muitas mudanças no elenco.

Àquela altura, o equatoriano havia sido o segundo atleta contratado e dispensado em um intervalo de meses, junto do volante Thiaguinho. Nos últimos dias, Ruan Renato se juntou à lista e Danilo Barcelos foi liberado para acertar com o Fluminense.

– Me recuso a estar no clube e pedir jogadores. Uma ideia que não tem nada de sensata é o clube que contrata bem é o que contrata em quantidade. “Contratamos 14 jogadores”. É um grande absurdo, significa que você não fez nada no passado. Nosso objetivo é fazer contratações pontuais de jogadores com potencial – afirmou Autuori.

Desde que voltou ao clube, o comandante tem se dedicado mais do que ao campo e bola. Autuori é tratado internamente como um manager, um gestor do departamento de futebol para além do grupo de jogadores. Apesar de evitar afirmações públicas sobre o assunto, a ideia dele e do comitê de futebol é de mudança definitiva para um cargo diretivo após a conclusão da S/A.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: