Redes Sociais

Notícias

Com Honda, Botafogo faz mais gols, sobe aproveitamento e reencontra vitória no Brasileirão

Publicado

em

Números mostram que o time alvinegro tem melhores resultados e desempenho com o meia, que ganhou mais liberdade com a escalação de três jogadores no meio de campo

Nos dois últimos jogos do Botafogo vieram as duas vitórias seguidas que o time conseguiu pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro. Junto com elas, a torcida alvinegra pôde ver duas boas exibições de Keisuke Honda no comando do meio de campo. Diante do Sport, o camisa 4 marcou o primeiro gol dele na competição.

Os números não deixam margem para dúvida: o aproveitamento do time é muito melhor quando o japonês está em campo. São 16 jogos, cinco vitórias, 10 empates e apenas uma derrota (para o Vasco, quando saiu no primeiro tempo), aproveitamento de 52%. Sem ele, foram uma vitória, três empates e duas derrotas, o equivalente a 33,3% dos pontos conquistados.

Desempenho do Botafogo desde a estreia do japonês

Com HondaSem Honda
16Jogos6
5Vitórias1
10Empates3
1Derrotas2
20 (1,25 por jogo)Gols Pró6 (1 por jogo)
13 (0,81 por jogo)Gols Contra8 (1,33 por jogo)
52%Aproveitamento33,3%
Fonte: Globo

Além das diferenças no aproveitamento do time, há outros números que chamam a atenção. Com Honda em campo, o Botafogo faz mais gols, fica mais com a posse de bola, troca mais passes e sofre menos finalizações.

Estatísticas do Botafogo desde a estreia do camisa 4 (média por jogo)

Com HondaSem Honda
12,13Finalizações12,83
14,38Finalizações sofridas15,83
4,88Escanteios a favor5,83
6,19Escanteios contra7,17
15,88Faltas cometidas14,17
14,38Faltas sofridas17,17
72Passes incompletos70,17
70,19Passes incompletos dos adversários69,5
362,94Passes completos317,17
448,44Passes completos dos adversários402,5
19,5Desarmes16
18,38Desarmes dos adversários19,67
46,25%Posse de bola48,83%
Fonte: Scout TV Globo

Nos 16 jogos em que esteve em campo com a camisa da estrela solitária, o meia atuou os 90 minutos em sete deles. Nas outras ocasiões, foi substituído ou entrou no segundo tempo. O GE levantou também como ficou o placar da partida nos momentos em que ele esteve em campo, uma estatística comum no basquete, chamada +/-.

  • 11 empates;
  • 4 vitórias;
  • 1 derrota;
  • 1210 minutos (sem contar acréscimos);
  • 47,92% aproveitamento;
  • 16 Gols Pró (1 a cada 76 minutos);
  • 9 Gols Contra (1 a cada 134 minutos).

Nos dois jogos sob o comando de Bruno Lazaroni, Honda teve mais liberdade no meio de campo. O time abandonou os três zagueiros, colocou mais um volante e deu menos obrigações defensivas ao camisa 4. A aposta vingou nas vitórias sobre Palmeiras e Sport.

O bom momento será colocado à prova na partida contra o Grêmio, nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), em Porto Alegre, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro ocupa a 13ª colocação, com 18 pontos, um a frente do rival desta noite. Invicto fora de casa, o Botafogo pode chegar a nono, caso vença ou até cair para a 16ª posição se perder.

Fonte: GE / Foto de Capa: Vitor Silva – Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: