Redes Sociais

Notícias

Comitê do Botafogo vive dilema com medalhões: “São contratos antigos, herdamos e temos que resolver”

Publicado

em

Ainda sem retornar presencialmente às atividades devido à pandemia do novo coronavírus, o Botafogo busca soluções internas para seu elenco. Um exemplo está nos jogadores Joel Carli e Cícero, com altos salários e idades avançadas. O Comitê Executivo de Futebol busca a melhor solução para eles.

O ex-presidente Carlos Augusto Montenegro falou sobre o assunto ao Esporte Interativo.

– Sem dinheiro, não dá para conviver com alto salários. Há jogadores assim com contratos longos, de quando o Comitê não estava. Você tem que honrar ou fazer acordo. O Paulo Autuori está apto a gerir todo o futebol do Botafogo e dizer os caminhos, tem a sensibilidade de parte técnica dos jogadores e da parte financeira do clube. Une o útil ao agradável. Há jogadores que não se encaixam na nova filosofia, mas não podemos fazer nada. Paulo é a nossa estrela, normalmente, a gente concorda e segue ele – declarou Montenegro.

O dirigente lembra que os longos contratos foram assinados em gestões anteriores no futebol do clube, mas quer resolução quando o futebol retornar.

– Temos conversado, mas só vamos finalizar esses assuntos na volta do futebol. São contratos antigos, que herdamos e temos que resolver – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Esporte Interativo / Foto de Capa: Vítor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: