Redes Sociais

Notícias

Copa do Brasil: Globoesporte analisa pontos fortes e fracos de Paraná Clube e Botafogo na briga pela vaga

Publicado

em

Partida da terceira fase da Copa do Brasil promete velocidade pelos lados, defesas fortes e camisas 10 em alta; jogo está marcado para 19h desta quarta-feira, na Vila Capanema

Paraná Clube e Botafogo duelam em busca de uma vaga na quarta fase da Copa do Brasil. O time carioca tem a vantagem após o 1 a 0 na ida, ainda em março. A volta será nesta quarta, às 19h, na Vila Capanema.

O Paraná não conta com o lateral-esquerdo Jean, que já tinha disputado a Copa do Brasil pelo Boavista. Com isso, o time deve ter Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Juninho; Jhony Douglas, Higor Meritão e Renan Bressan; Gabriel Pires, Andrey e Bruno Gomes.

Já o Botafogo é um mistério, mas Paulo Autori pode escalar Gatito; Barrandeguy, Marcelo Benevenuto, Kanu e Danilo Barcelos (Matheus Babi); Caio Alexandre, Honda e Bruno Nazário; Luis Henrique, Guilherme Santos e Pedro Raul.

Fonte: Globoesporte.com

O Globoesporte.com analisa, a seguir, virtudes e fraquezas de cada time e onde o jogo desta quarta-feira pode ser decidido:

Velocidade pelos lados

Tanto Paraná como Botafogo apostam na velocidade pelos lados. No Tricolor, os laterais não avançam tanto, mas Gabriel Pires (apesar da irregularidade) e Andrey são importantes armas no ataque.

Já no Bota, os laterais Barrandeguy e Danilo Barcelos atacam bastante. Eles devem se juntar a Luis Henrique e Guilherme Santos (ex-Paraná) na frente e formar duplas pelos lados.

Vale ficar de olho nos duelos Gabriel Pires x Danilo Barcelos e Andrey x Barrandeguy no ataque tricolor. Já Paulo Henrique e Juninho terão que se desdobrar para conter os avanços de Danilo Barcelos/Guilherme Santos e Barrandeguy/Luis Henrique, respectivamente.

Defesas sólidas

Allan Aal e Paulo Autuori contam com defesas fortes. O Paraná tem quatro gols sofridos em cinco jogos na série B – dois deles na primeira rodada. São dois gols sofridos nos últimos quatro jogos. Thales e Fabrício estão entre os destaques do time e, para ajudá-los, Jhonny Douglas e Higor Meritão têm fechado os espaços na frente da área.

Já o Botafogo tem três gols sofridos em quatro jogos pela série A, um deles de pênalti. Benevenuto e Kanu são fortes na bola aérea e seguros por baixo e se o Paraná passar por eles, terá Gatito pela frente. A bola não deverá chegar muito para Bruno Gomes e, quando chegar, o camisa 9 tricolor terá que ser rápido e preciso para balançar as redes.

Camisas 10

Apesar de apostarem bastante nas jogadas pelos lados, Paraná Clube e Botafogo contam com camisas 10 que jogam por dentro e comandam o setor de criação. Renan Bressan e Bruno Nazário são os grandes destaques das duas equipes em 2020.

O paranista já tem quatro gols e quatro assistências em 2020 e o botafoguense tem cinco gols e uma assistência. Bressan deve ter as sombras de Caio Alexandre e Honda. Já Nazário, que pende para a direita, será marcado por Jhony Douglas. Duelos que prometem!

Com defesas tão fortes, a tendência é que Paraná e Botafogo façam um jogo equilibrado. Quem aproveitar a velocidade e encontrar espaços pelos lados ficará mais perto da vitória e, se estiver difícil pelas pontas, Renan Bressan e Bruno Nazário podem decidir.

O Paraná precisa vencer por um gol de diferença para levar para os pênaltis ou por dois gols para avançar direto. Já o Botafogo tem a vantagem do empate.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Arte – Globoesporte.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: