Redes Sociais

Notícias

Coronavírus: Botafogo espera sinal das autoridades para realizar testes em massa no futebol

Publicado

em

Clube planeja testar jogadores, comissão e funcionários 10 dias antes da volta aos treinos, mas somente com a epidemia controlada. Médico do clube, Christiano Cinelli explica procedimento

O Botafogo não pretende realizar testes da Covid-19 em funcionários, jogadores e membros da comissão técnica nos próximos dias. O clube espera por sinais das autoridades para sentir o momento seguro para voltar aos treinos. Só então serão feitos exames em massa dentro do departamento de futebol.

A decisão segue as declarações públicas dos dirigentes e do técnico Paulo Autuori, contrários à volta aos treinos enquanto a epidemia não estiver controlada no Brasil. Coordenador médico do clube, Christiano Cinelli, explicou que os testes em massa para detecção do coronavírus serão feitos 10 dias antes do primeiro treino no Nilton Santos, o que ainda não tem prazo para ocorrer.

– Ficou estipulado que, quando tiver uma data de retorno, 10 dias antes nós faremos todos os testes com eles, tanto o PCR (molecular) quanto os sorológicos. Enquanto estivermos em home trainning, cada atleta será tratado individualmente. Se um deles mencionar algum tipo de sintoma, será tratado de acordo com a necessidade – explicou ao GloboEsporte.com.

– Quando a volta for factível, quando houver uma data, faremos essa testagem em massa. Essa pandemia é muito cíclica, não temos a certeza de como ela vai se comportar. O protocolo pode mudar e, até por isso, precisamos desse embasamento o mais atualizado possível. Por isso, vamos esperar – continuou.

Esses testes serão feitos em jogadores, membros da comissão técnica e outros funcionários. Além dos familiares e outros que estão no convívio diário dessas pessoas. O que, o clube garante, só vai acontecer quando a epidemia estiver controlada. Cenário que ainda parece distante, já que o governo do estado do Rio estuda decretar “lockdown”.

Os planos alvinegros diferem do rival Flamengo, que cogita voltar aos treinos na próxima semana. Para isso, o clube da Gávea fez testes em 293 pessoas e descobriu 38 casos positivos, 3 deles dentro do elenco. Na última sexta, em nota divulgada pela Ferj, os clubes cariocas pediram a volta das atividades “o mais breve possível”. Os únicos dissidentes foram Botafogo e Fluminense.

Fonte: Globoesporte.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: