Redes Sociais

Notícias

Coronavírus: FPF quer comprar testes de Covid-19 para retomar campeonato

Publicado

em

A Federação Paulista de Futebol já decidiu que o Campeonato Paulista deste ano será encerrado dentro de campo e, para isso, a entidade quer garantir que as pessoas envolvidas durante as partidas – jogadores, comissão técnica, árbitros, delegados -, estejam em segurança. Assim, a FPF está concluindo um protocolo médico que inclui testes para detectar se alguém foi infectado pelo novo coronavírus. Só depois disso os jogos poderão voltar a acontecer. Quem lidera o processo é o médico Moisés Cohen.

Outra medida que deve ser adotada pela FPF é o confinamento de quem precisa participar das partidas depois da liberação para que o campeonato volte a acontecer. Isso poderá ser feito em hotéis espalhados pelas cidades que receberão os jogos ou até mesmo em centros de treinamento adaptados para poder receber quem participar direta ou indiretamente dos jogos.

Uma reunião na sede da entidade na quarta-feira (15) vai determinar como será o protocolo e a cargo de quem ficarão os custos para a compra dos testes – se a Federação Paulista vai arcar com todo o custo ou se os clubes ajudarão a bancar a compra dos testes e como vai ficar a questão logística.

Vale lembrar que os jogos de futebol só poderão voltar a serem disputados depois que o Ministério da Saúde der o aval para que o isolamento social seja encurtado. Até o momento, segundo a pasta, não há previsão para que isso ocorra. A determinação para a paralisação dos torneios aconteceu em 13 de março, quando a CBF, acatando decisão da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, informou que os campeonatos deveriam ser interrompidos.

A Organização Mundial da Saúde lançou na segunda-feira, seis critérios para que um país possa afrouxar a quarentena: OMS anuncia critérios para um país suspender quarentena: ter transmissão controlada; sistema de saúde capaz de testar e isolar casos; minimizar surtos em casas de repouso; administrar importação de casos; engajamento da comunidade e prevenção no trabalho e escolas.

O Estado de São Paulo tem aproximadamente 30 mil exames na fila para investigação para saber o número exato de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Para minimizar o problema, o governo paulista anunciou nesta terça-feira (14) a chegada de 725 mil testes para detectar a Covid-19. O carregamento foi comprado da Coreia do Sul e chegou ao aeroporto de Campinas nesta madrugada. Mais 550 mil testes, também vindos do país asiático, devem chegar ao Brasil até o dia 25 de abril. O valor investido foi de R$ 85 milhões. Paulo Menezes, coordenador do controle de doenças da secretaria estadual de saúde, espera zerar a fila de exames até o final do mês. Para isto, foi montada uma rede de 45 laboratórios públicos e privados. A intenção é aumentar a capacidade para 8 mil testes por dia. Quando este patamar for atingido, um paciente vai receber o resultado em 48 horas.

Fonte: UOL


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: