Redes Sociais

Notícias

CT vem aí!

Publicado

em

Tardou, mas não falhou. Quase seis meses depois de assinar a intenção de compra e pagar o sinal, o Botafogo, enfim, está perto da escritura definitiva do seu tão esperado CT.

Os irmãos Moreira Salles, dois ilustres alvinegros que financiarão o projeto, após muita burocracia já estão de posse dos registros de todo o Espaço Lonier, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Agora, preparam o documento de transferência para o clube, que deve assinar ainda nesta semana o contrato final e anunciá-lo.

O principal entrave para obter a escritura era um pedaço do terreno que estava sob posse, mas a ESTA (Empresa Saneadora de Território Agrícola), dona do domínio, fez acordo e passou a escritura para o Lonier. A demora se deu principalmente por causa disso.

Os irmãos Moreira Salles deram a entrada, mas só concluiriam a compra com o espaço 100% regularizado. O prazo inicial previsto no contrato assinado em novembro terminou no dia 31 de março, mas a diretoria conseguiu prorrogá-lo por mais 90 dias.

Após a assinatura, o próximo passo será começar as obras. Como o processo de aquisição demorou mais do que o esperado, o Botafogo vai adiar a mudança do futebol profissional e da base para o centro de treinamento para a pré-temporada de 2019.

A ideia é aproveitar o segundo semestre para reformar todo o espaço e aumentar o número de campos. O clube abriu uma espécie de licitação, e três empresas apresentaram seus projetos: Tecnoplano, Volpato e Tenerife. A primeira, de Portugal, é a favorita.

A operação de compra do CT, aprovada em julho do ano passado no Conselho Deliberativo, terá um custo total de R$ 25 milhões pagos pelos irmãos Moreira Salles, que serão ressarcidos em um prazo de 30 anos, em 360 parcelas corrigidas pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Do montante, seriam R$ 20 milhões para adquirir o terreno e outros R$ 5 milhões para realizar melhorias no local. Porém, o custo aumentou em R$ 300 mil para comprar a parte do terreno que estava como posse, com isso sobrarão R$ 4,7 milhões para reformas.

Em caso de inadimplência do clube, os irmãos poderão romper o contrato, restituindo tudo pago com desconto de 10%. Também será obrigatório a construção de uma escola no complexo.

No acerto está previsto que 20% dos jogadores da base que vierem a ser negociados serão destinados aos financiadores para amortizar a dívida. Só vale para vendas após a assinatura.

O Espaço Lonier fica em Vargem Pequena, possui 200.000 m² e sua estrutura atual já oferece auditório, vestiários, restaurantes, além de um hotel com 40 quartos com capacidade para receber até 180 pessoas.

As acomodações foram reformadas pelos americanos, que usaram o local nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Em janeiro do ano passado, o Bangu realizou sua pré-temporada no local.

Fonte:Globo.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: