Redes Sociais

Notícias

Desejo antigo e custo-benefício: os detalhes do negócio entre Grêmio e Botafogo por Luiz Fernando

Publicado

em

Tricolor pagará cerca de R$ 1 milhão pelo atacante de 23 anos ao clube carioca, que aceitou liberar o jogador para fazer caixa e aliviar a folha

A estadia do Grêmio no Rio de Janeiro não serviu apenas para os jogos contra Flamengo e Vasco pelo Brasileirão. O Tricolor também aproveitou a permanência na cidade para acertar com o Botafogo a contratação de Luiz Fernando, atacante de 23 anos.

O clube gaúcho tinha o agora reforço no radar desde o ano passado e há cerca de 10 dias abriu negociações, que avançaram de maneira rápida com o clube carioca. Pesou para isso, principalmente, a avaliação do custo-benefício do jogador no Botafogo.

O Grêmio pagará cerca de R$ 1 milhão pelo empréstimo até o final do Brasileirão, prorrogável até o fim de 2021. Neste caso, Luiz Fernando renovaria seu contrato com o Botafogo até dezembro de 2022.

O prazo do empréstimo, inclusive, gerou informações desencontradas entre os clubes. O Bota anunciou o empréstimo até o fim do Brasileiro, em fevereiro, enquanto o Grêmio até o final de 2021.

O valor da opção de compra é mantido em sigilo, mas o Grêmio vai ter a possibilidade de realizar o investimento. Os direitos do jogador são divididos entre Botafogo e Atlético-GO.

Após Renato pedir atletas de velocidade depois do empate com o Flamengo, o clube gaúcho anunciou duas contatações e tem, para as pontas, Pepê, Alisson, Everton, Robinho e agora Luiz Fernando.

Luiz Fernando não era um jogador descartável para o Botafogo. O jogador fez 13 das 18 partidas da equipe nessa temporada, a maioria como titular pelo lado direito do ataque. Só que, diante da dificuldade financeira, o clube resolveu reavaliar o custo-benefício.

Além do valor pago pelo Grêmio, o Botafogo coloca na conta a quantia que sai da folha salarial com a negociação. A diretoria considerou o gasto que teria com um jogador com grandes chances de ficar no banco de reservas no restante da temporada.

Isso porque, com a chegada de Salomon Kalou, a expectativa é que o marfinense forme o trio de ataque com Luis Henrique e Pedro Raul. Quando os titulares não estiverem disponíveis, o Bota vai apostar em Guilherme Santos e Matheus Babi, que deram boas respostas, além de promessas como Rhuan, Lecaros e Davi Araújo.

O clube perde em elenco, mas diminui os gastos e abre espaço para novos reforços. Além de Davi Araújo, que já treina com o grupo, a diretoria encaminhou a contratação do volante colombiano Carlos Rentería, ex-Tolima.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: