Redes Sociais

Notícias

Desejo antigo, Lúcio Flávio vira nova aposta do Botafogo de treinador formado em casa

Publicado

em

Ex-jogador do clube, Lúcio chega para o cargo que era de Bruno Lazaroni e, antes dele, de Felipe Conceição. Novo auxiliar foi procurado para ser técnico de base em 2018, mas não aceitou

A contratação de Lúcio Flávio para o cargo de auxiliar permanente do time profissional corresponde a um desejo antigo do Botafogo. Há dois anos, o clube tentou buscar o profissional para ocupar um cargo nas categorias de base, mas o ex-jogador já estava acertado com o Paraná.

Agora, o ex-meia volta a General Severiano para ser a bola de segurança da diretoria. Ele se torna o auxiliar permanente, antigo cargo do técnico Bruno Lazaroni. O único assistente até então era Fábio Lefundes, que foi indicação do atual treinador.

O convite também veio a calhar para Lúcio, que tem o objetivo de se tornar treinador no futuro. O ex-jogador fez cursos recentemente e ainda deseja acumular experiência. Além da identificação com o Bota, a instabilidade do Paraná também pesou na decisão. No novo clube, ele é visto com bom potencial até pela postura dos tempos de jogador, quando era o representante do técnico dentro de campo.

O Bota aposta que vai conseguir formar mais um futuro treinador, como aconteceu recentemente com Bruno Lazaroni e Felipe Conceição. Tanto que ele foi procurado antes, em 2018, para assumir o time sub-20 após a saída de Eduardo Barroca, outro que estreou como técnico principal na equipe alvinegra.

Lúcio Flávio está marcado na história do Botafogo. Com 239 jogos em quase cinco anos, o ex-jogador conquistou dois títulos cariocas e disputou outras duas finais de Estaduais. Ele é o segundo maior artilheiro alvinegro do século 21, com 64 gols e o principal goleador do Bota no Brasileirão dos pontos corridos, com 28.

No Rio de Janeiro desde a noite da última terça-feira, o novo auxiliar dividiu opiniões entre torcedores do Botafogo que se manifestaram nas redes sociais. Enquanto alguns citaram o “DNA de derrotado” pelo “Carrossel Alvinegro”, time de 2007 que encantou, mas não conquistou nada, outros lembraram a qualidade técnica do ex-meia e seu respeito pela camisa alvinegra.

Fonte: GE / Foto de Capa: Rodrigo Sanches – Paraná Clube


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: