Redes Sociais

Notícias

É proibido cochilar: Botafogo liga alerta após sexta derrota com gols após os 30 do segundo tempo

Publicado

em

Eduardo Barroca admite queda de rendimento nos segundos tempos e busca melhora nas primeiras etapas: “todos os jogos que levamos a vantagem para o intervalo, a gente ganhou”

Contra o São Paulo, o Botafogo foi um time no primeiro tempo e outro no segundo. Vacilos no fim têm preocupado Eduardo Barroca, tanto que seis das nove derrotas da equipe no Brasileiro foram definidas após os 30 minutos da etapa complementar. Em contrapartida, venceu apenas um duelo no apagar das luzes.

O Botafogo sofreu oito gols depois dos 30 minutos do segundo tempo. Contra o Flamengo, quase isso. Foi vazado aos 28 minutos da etapa final. Apenas contra o CSA, o Alvinegro venceu com gols no fim: marcou aos 37 e aos 48 depois de sair perdendo.

Em entrevista concedida ao GloboEsporte.com na semana passada, Barroca revelou a preocupação com os gols sofridos no fim. E foi além. Não é preciso apenas se atentar a isso, mas sobretudo crescer nos primeiros tempos dos jogos para não ter que ficar correndo riscos durante os 90 minutos.

– Sofremos muitos gols no final, mas também fizemos. Uma coisa que cobro muito dos jogadores é melhorar nosso desenvolvimento de primeiro tempo, porque em todos os jogos que levamos a vantagem para o intervalo, a gente ganhou. Tenho estimulado eles a buscarem essa vantagem no primeiro tempo, e eles estão tentando – disse o treinador.

Vale destacar que contra São Paulo (no primeiro turno) e Internacional, os adversários já tinham a vantagem mínima. Porém os gols do tricolor Hudson e do colorado Nico López, ambos marcados aos 37 minutos da etapa final, praticamente mataram os duelos em questão.

João Paulo, no último sábado, lamentou muito o gol que deu a vitória por 2 a 1 ao São Paulo, aos 46 minutos da etapa final. O meio-campista entende que isso de certa forma apaga o que viu como uma boa atuação do Botafogo.

– É mais difícil quando se toma um gol no finalzinho, porque tudo que a gente fez vai para baixo com essa derrota. Fizemos um jogo muito parelho e quando se perde um jogo desse no final é difícil de aceitar, mas a gente falou que o trabalho tem que ser esse – afirmou João.

Confira os gols sofridos e os gols marcados pelo Botafogo no fim das partidas:

  • São Paulo 2×0 Botafogo – tomou o segundo gol aos 37 do 2º tempo
  • Botafogo 3×2 Bahia – tomou o segundo gol aos 37 do 2º tempo
  • Goiás 1×0 Botafogo – tomou o gol aos 41 do 2º tempo (decisivo)
  • CSA 1×2 Botafogo – marcou os gols aos 37 e 48 do 2º tempo (decisivo)
  • Botafogo 0x1 Grêmio – tomou o gol aos 35 do 2º tempo (decisivo)
  • Botafogo 0x1 Santos – tomou o gol aos 30 do 2º tempo (decisivo)
  • Inter 3×2 Botafogo – tomou o terceiro gol aos 37 (decisivo) e fez aos 49 do 2º tempo
  • Botafogo 2×1 Atlético-MG – tomou o gol aos 47 do 2º tempo
  • Botafogo 1×2 São Paulo – tomou o segundo gol aos 46 do 2º tempo (decisivo)

Fonte: globoesporte.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: