Redes Sociais

Colunas

Em coletiva, Jair cobra reforços e aborda sequência

Publicado

em

Envolvido em três competições, o Botafogo segue em busca de reforços. O ataque é o foco. Com as saídas de Sassá (Cruzeiro) e Joel (Avaí), o clube entende que precisa urgentemente de reforços – no plural. O Alvinegro busca dois atacantes para fechar o elenco.
– Precisa. Não preciso nem dizer. O departamento de futebol está buscando. De repente até mais um. Atacante de velocidade só tem o Guilherme. Difícil, pois temos três competições. Estamos procurando no mercado. Está difícil. A gente não para. Nosso departamento de futebol está trabalhando para isso – disse o técnico Jair Ventura.
A falta de opções para o ataque tem sido uma constante dor de cabeça para Jair Ventura. Além de Rodrigo Pimpão e Roger, o treinador só conta no momento com jovens da base, como Renan Gorne e Pachu. O Botafogo tem conversas avançadas com Luciano, do Corinthians.
– Só temos Roger e Pimpão e os meninos para o ataque. Vou usar os meninos. Não tem como não usar. Enquanto não temos as contratações, vamos usar. Mas isso tem um peso. Enfrentamos o Santos com nove meninos da base. Mas como nossa realidade financeira é complicada, temos que usar os meninos. Às vezes queimamos até algumas etapas, mas não tem jeito – lamentou.
Enquanto não chegam reforços para o ataque, Jair Ventura ganhou um novo jogador nesta sexta-feira. Envolvido na troca de Sassá com o Cruzeiro, Marcos Vinícius começou a treinar e recebeu elogios do comandante.
– Vai ajudar bastante. Jogador de muita força. Aquele meia que entra na área e tem um passe muito bom. Ele consegue fazer os dois. Ele tem o drible de um contra um e tem o passe de um meia clássico. Ele vem de lesão, ainda vai demorar um pouquinho. Mas é forte e jovem e logo logo vai ajudar a equipe do Botafogo. Grande reforço.

Confira outros trechos da coletiva do treinador

Camilo, Guilherme e Montillo
Camilo segue fora, ainda não treinou em campo. O Gatito retornando, joga, se não houver nenhum imprevisto. O Montllo eu não posso cravar se ele joga, porque o Coritiba está de olho na gente. Mas tem a possibilidade de ele começar.

Início no Brasileiro
Fazemos jogo a jogo. Não tenho como falar se está bom ou ruim. Não sentamos e estipulamos tantos pontos. Trabalhamos jogo a jogo. Agora, sabemos que temos que jogar bem fora de casa também, para conseguir voos maiores no Brasileiro, que é tão equilibrado. Ainda não conseguimos vencer fora, o que foi um fato importantíssimo no ano passado.

Atuação contra o Santos
Volto a falar da performance. Queria aproveitar essa oportunidade. Não sou o dono da razão. Mas fiquei muito feliz nesses dias. Vocês tiveram a mesma leitura de que o Botafogo foi melhor do que o Santos. Existe algumas inverdades no futebol. Perdemos o jogo, mas fiquei feliz. Vi que todos falaram que o botafogo foi superior. O resultado não veio, mas estamos no caminho certo. Ainda mais do jeito que foi, com o gol nos acréscimos. Mas o Botafogo fez um jogo muito bom.

Coritiba
O que me preocupa é o poder de decisão no terço final. Eles têm sete atacantes: Gladiador, Alecsandro, Berola, Henrique… são muitas opções. Isso é muito bom para a vida do treinador. Atacante vive de momento. Então, quanto mais tem, melhor. É uma equipe leve, joga para frente. É uma equipe muito forte. Não é cavalo paraguaio. Elenco muito bem montado. Tem tudo para fazer um bom Campeonato Brasileiro

Fase do ataque
Temos que passar confiança para eles. Ninguém fica mais triste do que o próprio jogador. Já fizeram gols decisivos. O Roger na Copa do Brasil, o Pimpão na Libertadores. Paciência. Aqui não tem vilão. Comigo não terá caça às bruxas. A responsabilidade é minha. Eu sou o comandante.

Gatito x Jefferson
O Jefferson é um grande jogador, tem uma história linda no Botafogo. Mas ele mesmo já conversou comigo e quer ser tratado como todo mundo. A meritocracia serve para todos

Quando Jefferson volta?
A gente está dando um tempo para o Jefferson pegar confiança no tempo dele. Ele se cobra muito. Quando ele estiver se sentindo confortável e bem, ele vai falar comigo. Ele se cobra bastante.

Matheus Fernandes
O Matheus é um jogador diferente. Ele tem características nível Europa. Muito diferente. Muito bom jogador. Já falei para o departamento de futebol que temos que amarrar esse jogador. Ficamos tristes com a situação do Airton, mas o Matheus fez dois grandes jogos. Fiquei feliz. Que ele possa dar sequência.

Fonte: globoesporte.com

 

 


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: