Redes Sociais

Notícias

Em crise, Botafogo faz mudanças, mas vive incertezas à espera da S/A

Publicado

em

As mudanças realizadas no departamento de futebol pela cúpula do Botafogo buscam uma melhora no rendimento do time para estancar a crise pelos resultados em campo. A questão, porém, é que o clube atravessa um momento de incertezas, enquanto aguarda a concretização do projeto da S/A.

No mesmo compasso que anunciou a saída do técnico Paulo Autuori, o Alvinegro apontou Bruno Lazaroni como substituto no comando — já fará a sua estreia à beira do gramado no clássico com o Fluminense, domingo (4), pelo Campeonato Brasileiro. Somado a isso, a diretoria também anunciou uma mudança no departamento de futebol. Tulio Lustosa, que ficou conhecido como Túlio Guerreiro nos tempos de jogador, chega ao clube para exercer a função de gerente de futebol.

Segundo o UOL Esporte apurou, o nome de Tulio agradava e já vinha sendo estudado pela diretoria há algum tempo. O hoje dirigente defendeu o Botafogo em duas passagens — 2003 a 2005 e 2007 a 2008 — e a identificação criada com o Glorioso é vista como positiva.

O cargo estava vago desde o fim de fevereiro, quando Valdir Espinosa, que era quem o ocupava, morreu. Até por este motivo, Autuori vinha sendo uma figura de apoio neste período de transição.

A questão é que a espera para a definição dos novos passos pode gerar consequências. Enquanto prepara terreno para a chegada da S/A, a diretoria dispensou jogadores para aliviar a folha e ter espaço para novas contratações. Hoje, porém, sofre com um elenco enxuto e já vê as consequências em meio à maratona de partidas.

Além disso, a permanência dos atuais personagens do departamento de futebol também é incerta, uma vez que haverá alterações no comando com a transformação em moldes de empresa.

Neste cenário, até mesmo um novo convite a Autuori, agora para gestão, não está totalmente descartado. Ao assumir o lugar de Alberto Valentim, ele não escondeu que não queria mais ser técnico no futebol brasileiro, mas aceitou o convite como forma de gratidão ao Alvinegro. Havia uma intenção de que ele pudesse assumir um outro cargo na gestão tão logo a S/A se concretizasse, mas não houve tempo.

Enquanto corre para que o projeto saia do papel, o futebol do Botafogo tenta atravessar os obstáculos para viver dias melhores na luta contra o rebaixamento.

Problema para Lazaroni

Bruno Lazaroni já chega com um grande problema a resolver. Com a lesão de Bruno Nazário, que será desfalque por tempo indeterminado, a única opção para o setor é o japonês Honda, que já deu indícios de que terá de ser poupado em algumas oportunidades em meio à maratona de partidas.

A equipe pode ainda sofrer uma mudança no esquema tático. Autuori havia adotado um desenho com três zagueiros, mas ainda não se sabe se Lazaroni vai optar pela continuidade desta estrutura.

Fonte: UOL / Foto de Capa: Vitor Silva – Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: