Redes Sociais

Notícias

Empresário desmente jornal inglês e garante que esposa de Yaya Touré não travou negociação com Botafogo: “Absurdo, sem noção, eles adoram o Brasil”

Publicado

em

“Absurdo e sem noção”. Foi assim que o Marcos Leite, empresário que conduziu a contratação de Honda com o Botafogo e a recente negociação com Yaya Touré, definiu a matéria do Daily Mirror, da Inglaterra, que publicou que a esposa do astro marfinense teria travado as conversas com a diretoria alvinegra.

Segundo o agente, Gineba Touré não teve a menor influência no encerramento das negociações com o Botafogo e, muito menos, “não gosta do estilo de vida do brasileiro”, como noticiou o jornal inglês no início de abril. Marcos Leite disse que a família do craque ex-Barcelona e Manchester City gosta do Brasil e as tratativas pararam por outros “problemas particulares” do meio-campista, que o impediram de viajar para o Rio de Janeiro.

– Saíram matérias dizendo que era por causa dos filhos, uma outra, que foi um absurdo, dizendo que a mulher dele não gostava do estilo de vida do brasileiro. Uma coisa sem noção e fora do contexto. Isso não existiu. Em nenhum momento, a mulher dele disse esse tipo de coisa. Ela gosta do Brasil, eles adoram o Brasil. A mulher dele não teve influência nesse caso. Não existiu isso. O que aconteceu? Yaya Touré tinha alguns problemas particulares e precisava resolver. Não podia viajar, se ausentar naquele momento. Só para deixar claro, de uma vez por todas. Não foi por conta dos filhos e da esposa – explicou.

Contato com Yaya Touré continua (e esperança também)

Marcos Leite não descartou a possibilidade da negociação ser reaberta após a crise da pandemia do novo coronavírus. No entanto, deixou claro que retomará as conversas apenas com a autorização do Botafogo.

– A chama continua acesa, não se apagou. O Yaya em nenhum momento disse “não” para o Botafogo, “não quero”, “não vou” ou “não aceito a proposta”. Eu continuo mantendo contato com ele. Às vezes falo com ele, às vezes falo com o agente dele, mas não toco no assunto do Botafogo neste momento. Não vem ao caso agora. Está tudo parado, a gente não sabe quando o futebol vai voltar. Não dá para entrar em negociação de novo agora. O Botafogo também não deu aval para fazer isso. Não vou fazer isso sem ter o aval do Ricardo (Rotenberg), do Montenegro e do presidente. A gente continua batendo um papo, pensando lá na frente. De repente, passando essa pandemia, o Botafogo entra em contato comigo para tentar trazer o Yaya. Pode acontecer, no futebol tudo é possível – afirmou.

Fonte: Boletim do C.E. – FogãoNET


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: