Redes Sociais

Notícias

Evolução física de Matheus Nascimento surpreende Botafogo e Autuori é pragmático: “Perspectivas muito boas”

Publicado

em

Há um mês trabalhando com o elenco profissional do Botafogo, o jovem atacante Matheus Nascimento, de 16 anos, já apresentou melhoras significativas na parte física e tem chamado a atenção também pela qualidade técnica. No entanto, a comissão técnica alvinegra trata a questão com a cautela devida.

Por ser muito jovem e ainda ter idade para atuar na equipe juvenil, Matheus Nascimento vai ser utilizado nas categorias de base e ainda deve demorar um pouco a estrear pelo profissional. Entusiasta do trabalho de integração com as camadas de formação, o técnico Paulo Autuori falou sobre a joia ao site Globoesporte.com.

– É mais um talento novo que surge. Sou bem pragmático, é um jogador que tem bastante qualidade, potencial, mas precisamos acompanhar o desenvolvimento dele. É focado, concentrado, sabe aquilo que quer. Tem uma educação em casa, o que é fundamental. As perspectivas são muito boas, mas vamos aguardar e continuar focados no desenvolvimento. Isso acontece diariamente, nos treinos – analisou Autuori, frisando que é preciso ter calma no processo:

– Temos exemplos de jogadores que tinham tudo para chegar, mas não aconteceram. Outros, ao contrário, não se esperava tanto e chegaram onde muita gente não acreditava. O mais importante é a maneira como ele vai se desenvolver no aspecto competitivo. Técnica e competitividade são fundamentais para se atingir o topo da carreira.

Matheus Nascimento deve atuar em parte do jogo-treino entre o sub-20 do Botafogo e o sub-23 do Fluminense que ocorre neste sábado, às 15h, no Estádio Nilton Santos. A partida vai ser a preliminar do amistoso entre as duas equipes profissionais, às 17h, que vale o título da Taça Gerson. O jogo se repetirá no sábado seguinte, valendo pela Taça Didi.

Evolução física

Nesse mês junto ao profissional do Botafogo, Matheus Nascimento apresentou ganho de massa muscular, força, potência e outros indicadores físicos, chamando a atenção da comissão técnica. Manoel Coutinho, fisiologista do clube, detalhou a situação.

– São números expressivos para o período curto de trabalho. Desenvolver massa muscular não é uma tarefa fácil. É um processo de construção que envolve variáveis como treino, alimentação, descanso… No caso dele, por esse período curto, chamou atenção da comissão técnica esse resultado apresentado – disse Coutinho ao Globoesporte.com, acrescentando:

– A percepção de todos é que houve uma evolução muito grande dele. Até porque teve que se adaptar a um novo tipo de trabalho. Os confrontos com garotos da idade dele são bem diferentes em comparação com profissionais. Tudo isso fez ele apresentar uma evolução muito importante. Vimos que os números foram expressivos para o curto período. Além do ganho técnico, que a comissão avalia que foi muito positivo.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: