Redes Sociais

Notícias

Fim do ciclo: Botafogo pretende devolver Caio Martins em 2021

Publicado

em

Com o fim das obras do novo Centro de Treinamento previsto para o fim do ano, a ideia do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro é que o Botafogo reduza suas sedes e todo o futebol seja concentrado no Estádio Nilton Santos – principalmente a parte administrativa – e no CT. Com isso, o Estádio Caio Martins, concedido pelo Governo do Estado até 2022, deve ser devolvido assim que as obras forem concluídas.

– Marechal Hermes sempre teve uma briga, mas depois saiu uma resolução do Estado retomando Marechal. Achei ótimo. Na minha opinião, o Botafogo deve ficar com uma, duas, três sedes no máximo e cuidar bem delas. Não adianta ter 14 sedes e tudo abandonado. Assim que o CT de Vargem Grande estiver começando a funcionar, a ideia nossa é devolver o Caio Martins. Faltam dois anos para o fim da concessão, hoje está servindo para uma parte da base apenas. Assim, o Botafogo vai ficar só com o Nilton Santos e com esse CT. Essa vai ser a Botafogo S.A. O social vai ser General SeverianoMourisco MarSacopã e a Casa da Dona Therezinha, que as pessoas pensam em fazer alguma coisa com ela – explicou Montenegro.

Botafogo deve devolver Caio Martins em 2021

– A ideia é devolver no início de 2021, assim que começar a treinar no Espaço Lonier. Devolve para o Estado. A Prefeitura de Niterói sempre teve interesse. O Estado normalmente cuida tão mal quanto o Botafogo – lamentou o dirigente.

Botafogo jogou por anos no Caio Martins, desde a década de 1980 e teve bons momentos no estádio nos anos 1990. Desde 2004, o clube não atua mais no local, o qual chegou a ser cogitado voltar a ser utilizado em 2016, mas não foi viável. Com o Nilton Santos e mandos temporários no Estádio Luso-Brasileiro (em 2005 e 2016), o Caio Martins perdeu espaço e ficou com uso apenas para a base.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Venê Casagrande


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: