Redes Sociais

Notícias

Foi Mundial? Como a imprensa registrou e quem o Botafogo enfrentou nos três títulos de Caracas

Publicado

em

Botafogo classificou como título mundial os três Torneios de Caracas conquistados em 19671968 e 1970 e promete ir à Fifa para obter o devido reconhecimento, mas como aquele esquadrão alvinegro, que servia de base para a Seleção Brasileira, obteve esses títulos? E como a imprensa registrou estes feitos na época?

Para isso, o FogãoNET acessou os arquivos do antigo Jornal dos Sports na Biblioteca Nacional e obtivemos informações na internet, principalmente na RSSSF, maior central de estatísticas do futebol mundial, com dados fornecidos também pelo excelente historiador alvinegro Pedro Varanda. Vamos lá!

1967: “Atuação de gala”

Era muito comum na época as equipes fazerem grandes excursões. Em 1967, o Torneio de Caracas (nome oficial: Copa Círculo de Jornalistas Esportivos) foi um triangular que reuniu o Botafogo, o Barcelona e o Peñarol.

A equipe espanhola havia sido campeã da Taça das Cidades 1965/1966, um torneio não-oficial que antecedeu a Copa da Uefa (hoje Liga Europa). Já o Peñarol era o atual campeão da Libertadores.

Foram três jogos: Barcelona 1 × 0 Peñarol, Peñarol 0 x 0 Botafogo e Botafogo 3 × 2 Barcelona (gols alvinegros de Airton BelezaGerson e Paulo Cézar Caju). O Glorioso ainda tinha craques como MangaAfonsinho e Roberto.

Por causa do fuso horário (os jogos na Venezuela começavam às 23h no horário de Brasília), os jornais esportivos só conseguiam registrar dois dias depois. O Jornal dos Sports citou o olhar da imprensa local para falar da conquista alvinegra, ressaltando que o Botafogo teve uma “atuação de gala e de grande malícia“.

1968: “A Seleção acaba de chegar”

A edição de 1968 foi diferente. O Botafogo venceu dois jogos, com duas taças distintas: derrotou a seleção da Argentina por 1 a 0, gol de Jairzinho, ganhando a Taça Júlio Bustamante; e depois bateu o Benfica, do craque Eusébio, então vice-campeão europeu, por 2 a 0, gols de Lula e Roberto, levantando a Taça Ildemário Ramos.

No primeiro jogo, o Botafogo ficou sem o troféu oferecido pela Federação Venezuelana de Futebol, com mais de um metro de altura, que foi roubado, e acabou levando outra taça obtida em cima da hora. Há quem diga também que o primeiro troféu – o oficial – só valeria se a Argentina tivesse vencido.

O jogo contra a Argentina, por sinal, acabou tirando de ação por conta da violência quatro atletas do Botafogo:  CarlosLeônidasCarlos Roberto e Rogério. Dois dias depois do título, o Jornal dos Sports registrou a chegada da delegação alvinegra no Aeroporto do Galeão com muita festa da torcida.

No saguão do aeroporto, a torcida alegrou até aos passageiros em trânsito, com refrões ao som do bumbo, no melhor estilo carnavalesco: “Olê, olá, a seleção acaba de chegar”. A frase mais aplaudida foi quando um torcedor aproveitou uma pausa e gritou: – O Botafogo está em terra. Acabou a tranquilidade dos adversários”, diz a reportagem.

1970: Gol antológico de Paulo Cézar Caju

O Torneio de Caracas de 1970 voltou a ser um triangular: Botafogo, União Soviética (eliminada nas semifinais da Eurocopa de 1968 na moedinha) e Spartak Trnava, então bicampeão tcheco e semifinalista da Liga dos Campeões da Uefa (a famosa Champions League).

O Botafogo estreou vencendo a União Soviética por 1 a 0, gol de Roberto, e depois venceu o Spartak Trnava por 2 a 1, de virada, com gols de Paulo Cézar Caju e Humberto, sendo campeão por antecipação. Na última rodada, a União Soviética venceu o Spartak por 3 a 2 e ficou com o vice.

Os 20 mil espectadores que assistiram à partida talvez nunca tenham visto uma luta tão árdua e inteligente entre as duas equipes. As expulsões de Moreira e Adamec correram por conta do calor da disputa. O Botafogo conseguiu reagir com calma, dominar os tchecos, empatar e chegar à vitória sem que os adversários, já totalmente envolvidos, pudessem fazer alguma coisa para impedi-lo. O gol de Paulo Cézar foi antológico“, ressaltou o Jornal dos Sports, reproduzindo a imprensa venezuelana.

Fonte: Redação FogãoNET


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: