Redes Sociais

Notícias

Gerson comemora tricampeonato mundial do Botafogo: “Dane-se a Fifa”

Publicado

em

Canhotinha de Ouro afirma que títulos conquistados na década de 60 devem ser valorizados pelo clube mesmo sem a chancela do órgão máximo do futebol mundial

Capitão em duas conquistas, Gerson voltou a se pronunciar sobre o fato do Botafogo estar reivindicando a alcunha de tricampeão mundial. O Canhotinha de Ouro afirmou que o Alvinegro deve valorizar tais conquistas mesmo sem a chancela da Fifa.

– O Botafogo tem todo direito de reivindicar à Fifa. Se o presidente acha que é válido, acho legítimo. Quem deu o nome de Pequena Taça do Mundo? Alguém deu. Foi a federação de Caracas? Não sei. Por que que todo ano eles levavam para lá Botafogo, Santos, Palmeiras, Barcelona, Real Madrid, Benfica, seleção Argentina, Peñarol? Parece que a Fifa já disse que não reconhece. Dane-se a Fifa. Manda a Fifa para os quintos dos infernos. Nós ganhamos. Manda fazer a taça. O Flamengo e o Sport não brigaram até no STF por um título? Quem se acha no direito, vai recorrer. Eu assino embaixo – afirmou.

Os títulos em Caracas trouxeram alguns dos maiores nomes da história do clube – entre eles, é claro, Nilton Santos, que atualmente dá nome ao estádio do Botafogo. Gerson definiu como foi jogar com o lateral-esquerdo no século passado.

– Quando você fala em Botafogo, tem que falar em Nilton Santos. Ele esteve lá sempre e o Mané veio depois. O Nilton já era veteraníssimo no Botafogo. Titio Nilton, como eu chamava ele. O Nilton foi o maior lateral esquerdo de todos os tempos. Não teve ninguém melhor do que ele. Ele não era botafoguense. Nilton Santos é o Botafogo. Ele é o maior jogador da história do Botafogo – lembrou.

Em uma discussão sobre a contemporaneidade, Gerson afirmou que a atual equipe do Botafogo é boa, mas não suficiente para o tamanho que o clube carrega pelo passado vitorioso.

– O time do Botafogo é um bom time. Não vou nem discutir nomes. O time é um bom time, mas para o Botafogo não pode ser bom, tem que ser excepcional. A definição é essa. O Botafogo nunca foi bom, nem muito bom, nem excelente. Era excepcional – ponderou.

Fonte: Terra


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: