Redes Sociais

Notícias

Golpista usa salários atrasados no Botafogo para lesar contatos de ex-jogador do clube no WhatsApp

Publicado

em

Thiaguinho, ex-jogador do Botafogo, foi vítima de uma tentativa de golpe no WhatsApp neste fim de semana. Na artimanha criminosa, o golpista usou os salários atrasados no Alvinegro para conseguir arrecadar dinheiro de contatos do volante no aplicativo. Devolvido ao Corinthians em março, hoje ele defende o CRB.

Em sua página no Instagram, Thiaguinho mostrou como o criminoso tentou aplicar o golpe. Um dos seus amigos recebeu mensagens como se fosse do atleta. Nelas, o “Thiaguinho fake” afirmou que estava há oito meses sem receber salários, somando o tempo de Botafogo e CRB e pediu um empréstimo de R$ 500. O estelionatário também tentou sensibilizar a vítima dizendo que a mãe do volante tinha sido internada em um hospital com o novo coronavírus.

“Tô passando por uma situação complicada demais aqui. Saí do Botafogo sem receber nada, tô com salários atrasados lá. Daí, vim para o CRB e aqui os caras não deram previsão ainda de acerto. Minha mãe pegou essa doença aí, irmão. Juntando tudo, tô há quase oito meses sem receber (…) Até uns 500 reais me ajuda, irmão”, escreveu o malfeitor em um dos trechos da conversa.

Após expor a ação ilícita na rede social, Thiaguinho alertou seus amigos na rede social: “Rapaziada, tem um safado se passando por mim. Se chamar vocês, não respondam. Vou achar quem está fazendo isso”.

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Saiba como se proteger do golpe no WhatsApp

O golpe da “Invasão no WhatsApp” não é novidade no Brasil, mas se intensificou a partir de janeiro de 2020. Há diversos formatos de trapaças para aproveitar a ingenuidade das vítimas e conseguir o acesso ao aplicativo das mesmas.

Além de nunca, é claro, fornecer nenhum código de segurança do WhatsApp para um estranho, especialistas em segurança na internet recomendam que os usuários ativem a “confirmação em duas etapas” dentro da opção “conta” nas configurações do App. O recurso nada mais é que uma camada extra de segurança, que faz os usuários precisarem digitar um PIN de seis dígitos todas as vezes que quiserem confirmar seu número no WhatsApp futuramente.

Fonte: Redação FogãoNET / Foto de Capa: Vitor Silva / BFR


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: