Redes Sociais

Notícias

Gottardo desmente Jefferson sobre episódio em 2014 no Botafogo: “A decisão de não jogar foi dele”

Publicado

em

Diretor técnico do Botafogo em 2014, Wilson Gottardo desmentiu uma declaração do ex-goleiro Jefferson nesta terça, 21. O atleta lembrou um episódio daquela temporada em que foi acusado de se recusar a atuar contra o Santos pela Copa do Brasil.

— Eu tinha viajado em 2014 com a Seleção, para um jogo na China. Eu me lembro que o Botafogo jogava contra o Santos. A diretoria havia me informado que eu não enfrentaria o Santos. Eu lembro que voltaria para o Brasil na terça e o jogo era na quarta. Só que a minha passagem estava comprada para o Rio, mas para minha surpresa, quando desembarquei em São Paulo para chegar ao Rio, lembro que tinha um rapaz que foi me buscar no aeroporto. Foi quando liguei para o Gottardo e ele pediu para eu ir para o Rio. O Botafogo foi para o jogo e perdeu por 5 a 0 e a comissão técnica passou uma imagem para os jogadores e para a imprensa que eu me recusei a concentrar. Eu fiquei muito chateado. Nem dormi direito, então pedi uma coletiva para explicar. Naquele momento ninguém quis assumir a responsabilidade. Faltou respeito – diz Jefferson.

Na ocasião, o goleiro alegou cansaço para não atuar contra a equipe santista.

Nota da redação: o amistoso em questão foi Brasil 4 x 0 Japão, em 14/10/2014. A partida foi disputada em Singapura. Titular da posição, Jefferson atuou por 90 minutos. O jogo entre Santos e Botafogo, pela Copa do Brasil, ocorreu em 16/10/2014.

Gottardo nega versão de Jefferson

Citado nominalmente por Jefferson, Gottardo ficou incomodado. Procurado pelo Fogo Na Rede, o ex-diretor técnico do Botafogo deu outra versão para o caso.

— Não foi dessa forma. Há inverdades nessa história. Foi solicitado, sim, a presença dele faltando 30 horas para o jogo. A decisão foi dele. Ele não acatou a decisão da diretoria e da comissão técnica. Jefferson alegou cansaço, viajou para o Rio e treinou no dia seguinte. Estava tudo programado com fisiologistas, médico. Enfim, tudo certinho. É importante lembrar que o Atlético-MG, por exemplo, também tinha jogadores na Seleção que voltaram e jogaram suas partidas. Se não me engano, Bernardo e (Diego) Tardelli. Eles foram direto para o Estádio Independência (o jogo foi no Mineirão) – garante Gottardo.

Fonte: Fogo na Rede


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: