Redes Sociais

Colunas

Guarde o nome dessa fera: Renan Gorne

Publicado

em

Finalista do Campeonato Brasileiro Sub-20 o Botafogo prepara mais um atacante para subir aos profissionais em um futuro não muito distante. Trata-se de Renan Gorne, goleador absoluto dos juniores do Alvinegro em 2016 e um dos destaques da equipe, que decide o título contra o Corinthians em dois jogos: o primeiro será disputado nesta terça-feira, na Arena Botafogo, a partir das 17h. O GloboEsporte.com acompanha todos os lances da partida em Tempo Real.

Aos 20 anos, Gorne balançou a rede seis vezes na competição. A última delas, no empate por 2 a 2 primeiro jogo da semifinal contra o Coritiba. Na volta, o 1 a 1 garantiu ao Alvinegro uma vaga na decisão. Além disso, fez 20 gols no Carioca Sub-20, terminando a competição como artilheiro ao lado de Gustavo, do Volta Redonda, e o título de campeão.

– Não só a quantidade de gols impressiona, mas o fato dele ter sido determinante em jogos importantes. Fez gols na final da Taça Guanabara, na Taça Rio e no Brasileiro contra times grandes. Não adianta fazer gol só em equipes menores na base, e ele tem dado uma ótima resposta nos momentos decisivos – analisou Eduardo Freeland, coordenador técnico das categorias de base do Botafogo.

Gorne tem uma história de superação dentro do clube. Após se destacar no sub-15, ele viu jogadores mais jovens, como Ribamar e Luís Henrique, ganharem espaço nos profissionais. Não desanimou e agora espera a sua chance. Chegou a ser relacionado para o jogo contra o Atlético-PR, mas ficou no banco de reservas. A perspectiva é que ele seja definitivamente promovido em 2017, ano em que estoura a idade de juniores.

O atacante tem a seu favor o fato de poder trilhar o caminho construído pelos pratas da casa que subiram no Botafogo nos últimos tempos e vivem um bom momento. Sassá é um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro com dez gols. Ribamar, revelação do Campeonato Carioca, foi vendido ao 1860 Munique e rendeu um bom dinheiro ao clube. Vinícius Tanque teve bons momentos recentemente e Luís Henrique, promovido no ano passado, apesar de ter perdido espaço nos profissionais, aos 18 anos atrai o interesse de clubes europeus.

O técnico do juniores do Botafogo, Eduardo Barroca, é só elogios ao atacante, citando principalmente a capacidade dele de jogar para o time, marcando os adversários, além dos gols.

– É um jogador forte fisicamente, se dispõe a marcar os zagueiros, correr, pressionar goleiros, o que é raro para um centroavante. É muito corajoso na bola aérea, tem muitos gols de cabeça, e joga bem de costas para o gol. Se enquadra muito bem no nosso jogo coletivo, que é a principal força do nosso grupo nesse Brasileiro Sub-20 – complementou o treinador.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: