Redes Sociais

Notícias

Honda ganha funk e até samba composto por “empolgado” Adnet antes de chegar

Publicado

em

Keisuke Honda sequer vestiu a camisa do Botafogo e muito menos desfilou seu talento pelo campo do Nilton Santos. Mesmo assim, o japonês já caiu nas graças da torcida que tem comprado camisas com o número quatro e o nome do mais novo reforço. Além disso, o apoiador também ganhou um samba composto por Marcelo Adnet, Léo Russo e Wanderley Monteiro, e até um funk, de Mc Dom.

O Botafogo já havia percebido essa empolgação e isso foi um dos motivos que fez o clube se decidir pela contratação do japonês. Há anos a torcida não havia se empolgado tanto com um reforço, e a diretoria entendeu que isso era necessário para elevar a autoestima dos alvinegros.

Não deu outra. O sucesso foi imediato e mexeu com as estruturas do futebol brasileiro. Ele chega apenas hoje (7), a partir das 15h no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Mesmo assim, já virou o enredo de um samba feito por botafoguenses ilustres. Marcelo Adnet explicou como surgiu a ideia e o que esperar de Honda.

“Ideia do Leo Russo, sambista e botafoguense. Ele conhecia a Beth Carvalho muito bem e de lá saiu o contato com o Wanderley Monteiro, com vasta experiência, que também já compôs vários sambas na Portela. Eles começaram, depois eu entrei e contribui com algumas coisas”, disse ao UOL Esporte.

“Foi um encontro de 1h30 na minha casa. Fizemos a composição da música e nos perguntamos porque não gravar logo? Pegamos o celular para expressar a nossa felicidade e empolgação com o Honda. Será muito legal que ele venha e renda dentro de campo, mas só o fato dele vir já nos dá uma alegria. Nós que somos botafoguenses sabemos que uma contratação desse nível virou uma coisa que anima. Já é suficiente para a gente acordar, comparecer ao estádio e apoiar”, completou o humorista da Globo.

Além do samba, Honda também foi homenageado com outro estilo musical: o funk. Mc Dom está no ramo há alguns anos e sempre atento às grandes contratações do Botafogo. Com a chegada do japonês, ele não perderia a oportunidade. Para o profissional a chegada do japonês é algo que motiva e dá ainda mais gás ao torcedor.

“Espero que faça muito sucesso. Botafogo é gigante e ele veio na hora certa. Ele fez sucesso em todo lugar que passou e com certeza repetirá aqui. Os dois vão se ajudar. Vai ser uma parceria muito boa. Minha música vai embalar o Honda, tenho fé. Botafogo precisa voltar a disputar as primeiras colocações. Acredito que tudo vai mudar agora”, afirmou.

Os torcedores e o clube prepararam um “AeroHonda” para receber o japonês nesta sexta-feira, às 15h. O jogador não concederá qualquer entrevista, apenas posará para fotos. As primeiras palavras como jogador do Botafogo ocorrerão somente em sua apresentação oficial, no Nilton Santos, no sábado. O evento contará com um amistoso sub-17, apresentações de MC G16 e DJ Pelé e, claro, a coletiva e a apresentação do japonês.

Fonte: UOL


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: