Redes Sociais

Notícias

Inter vence o Botafogo e segue líder isolado em jogo com dois gols anulados pelo VAR

Publicado

em

Clube carioca marca duas vezes, mas tem gols invalidados após consulta ao árbitro de vídeo em derrota por 2 a 0 para o Colorado no Nilton Santos

Resumão

O Inter entra em campo com postura de líder… e segue líder do Brasileirão. Neste sábado, o Colorado se impôs, abriu o placar cedo e venceu o Botafogo por 2 a 0 no Nilton Santos pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Thiago Galhardo e Boschilia.

Mas a partida também teve margem para polêmica. O Botafogo teve dois gols anulados após consulta ao VAR e isso gerou a revolta de Gatito Fernández.

Na tabela

O Inter segue na liderança isolada do Brasileirão, com 15 pontos. O Botafogo ainda é 11º, com os mesmos seis pontos, mas além de perder a invencibilidade no campeonato, pode ser ultrapassado no complemento da rodada.

Agenda

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, às 20h30, quando recebe o Coritiba no Nilton Santos pela 7ª rodada do Brasileirão. O Inter enfrenta o Palmeiras em São Paulo também na quarta-feira, mas às 21h30.

O Inter se impôs como líder do Brasileirão e emplacou seu estilo de jogo de agressividade para abrir o placar cedo. Logo aos 4 minutos, Thiago Galhardo aproveitou cruzamento na medida de Moisés e subiu de cabeça, sem chances para Gatito.

O Botafogo tentou responder. Passou a ter mais a bola e até criou chances, mas foi o Colorado que marcou o segundo gol, com Boschilia, após boa construção coletiva, seguida de assistência de Galhardo. Os donos da casa seguiram em busca do empate e até balançaram as redes, com Matheus Babi, mas o gol foi anulado com o auxílio do VAR.

Segundo tempo

A tônica da partida mudou no segundo tempo. O Botafogo ficou mais com a bola e passou a tentar propor o jogo, contra um Inter que dosou esforços e recuou em campo para explorar o contra-ataque. Autuori mexeu na equipe, com as entradas de Bruno Nazário e Luiz Otávio nas vagas de Forster e Caio Alexandre, para tentar deixar seu time mais ofensivo.

E Bruno Nazário até balançou as redes, após cruzamento de Babi, aos 15, mas o árbitro anulou o gol, após revisão no VAR, por falta de Babi na origem do lance. O segundo gol invalidado pelo árbitro esfriou os ânimos do Botafogo e dizimou qualquer chance de reação.

No comando do artilheiro

Thiago Galhardo foi o nome do jogo, ou melhor: é o grande nome do Inter em 2020. Escalado novamente como centroavante, ele faz os colorados não sentirem saudades de Paolo Guerrero.

Neste sábado, o meia-atacante abriu o placar e deu a assistência para o gol de Boschilia. Ele se isola na artilharia do Brasileirão, com quatro gols e é o líder em assistências da equipe no ano.

Chama o VAR! (2x)

O Botafogo deixa o Nilton Santos sem alterar o placar, mas com dois gols comemorados e depois anulados com auxílio do VAR pelo árbitro Thiago Duarte Peixoto.

No primeiro tempo, Babi marcou em chute de pé esquerdo dentro da área, mas a jogada foi anulada por impedimento de Rhuan na origem do lance. Depois, no segundo tempo, o mesmo Babi cruzou para Bruno Nazário balançar as redes. O árbitro reviu o lance no monitor e marcou falta do atacante em Patrick no começo da jogada.

Segue o líder!

O Inter se garante na ponta da tabela por mais uma rodada e como líder isolado. A equipe de Eduardo Coudet imprime o melhor início de Brasileirão do clube desde 1979, quando o Colorado foi campeão invicto.

Revolta de Gatito

Gatito Fernández deixou o gramado do Nilton Santos revoltado com os dois gols anulados após consulta ao VAR. Em direção ao vestiário, ele aplicou um chute no monitor que fica na pista atlética e derrubou o equipamento no chão.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Ricardo Duarte / Internacional


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: