Redes Sociais

Colunas

Jair fica satisfeito com rápida resposta do time

Publicado

em

O sentimento entre os jogadores do Botafogo era de que a impressão deixada contra o Cruzeiro deveria ficar para trás. O bom jogo contra o Grêmio, acompanhado da vitória por 2 a 1, em partida adiada da 19ª rodada, deixa o Alvinegro em 11º lugar na tabela – longe cinco pontos da zona de rebaixamento. Para o técnico do Botafogo, Jair Ventura, além do placar, foi importante a rápida resposta do time após a goleada de 5 a 2 na partida da Copa do Brasil.

– É importantíssimo porque além da vitória tivemos boa performance. Eu bato muito nessa tecla. A gente não consegue controlar todas as variáveis dos jogos. Mas a performance, a parte tática, a entrega, o sacrifício dentro da partida e a confiança, foram fatores positivos. Viemos de uma situação atípica e conseguimos reverter rapidamente – disse o treinador alvinegro.

Efetivado desde a saída de Ricardo Gomes do Botafogo, Jair chegou à quarta partida no comando do Botafogo no Campeonato Brasileiro, com três vitórias e uma derrota. Contando o jogo da Copa do Brasil, são cinco partidas (na derrota por 5 a 2 para o Cruzeiro). O treinador comentou as características da partida contra o Grêmio, que está no pelotão da frente da tabela. Para ele, o Botafogo chegou à vitória com inteligência.

– As equipes que brigam no topo da tabela gostam de jogar e deixam jogar. Quando se joga contra uma equipe como o Grêmio, que briga pelo título, deixa espaço. Isso faz com que a partida vire um bom jogo – afirmou Jair Ventura.

Renan barrado

A gente preza no Botafogo pela a meritocracia. O Carli vem treinando bem e entrou bem no time. Mas eu conto muito com o Renan Fonseca, que é um cara maravilhoso e tenho certeza que ainda vai nos ajudar. O Camilo fez o gol e foi lá abraçar ele. Foi uma vitória do grupo. No último jogo não teve culpados, assim como hoje a vitória foi do grupo.

Jogo contra o Cruzeiro

Encontrei o Mano Menezes após o jogo contra o Atlético-PR e ele disse que fizemos um grande jogo em Curitiba. O Botafogo vem jogando bem. Aquele jogo contra o Cruzeiro, com tudo que aconteceu, sabemos que foi um jogo atípico. Quem acompanha futebol sabe. Foi um ponto fora da curva.

Lesões

Preocupam bastante. Estou muito triste. O Luis é um cara maravilhoso, deixei a faixa de capitão para ele, é um líder nato. Lesão dele é muito grave. Fica um clima ruim. O Fernandes não foi tão grave, mas também preocupa. Triste pelos dois.

Motivação

Quando você vem de um jogo fora da curva, é mais fácil. Eu mostrei pra eles hoje a performance dos últimos jogos. Isso deixou todo mundo motivado. O grupo estava muito tranquilo. Somos um time muito aguerrido, que briga por todas as bolas até o último minuto, competitivo. O time se sacrifica bastante. Sem isso, as coisas não acontecem. Eles entenderam bem essa ideia. O sacrifício não pode ser só no dia do jogo, o jogo se ganha durante a semana.

Distância para o Z-4

Ficamos felizes, essa é nossa melhor posição no ano no Campeonato Brasileiro. Temos que manter os pés no chão, pois estamos só a cinco pontos da zona de rebaixamento. Sem comodismo

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: