Redes Sociais

Colunas

Jair quer Botafogo com os “pés do chão”

Publicado

em

Não era para ser diferente. O técnico Jair Ventura comemorou muito a vitória do Botafogo por 1 a 0 diante do Nacional-URU, na noite desta quinta-feira, no Parque Central. Mas, ao mesmo tempo, fez questão de manter os pés no chão e evitar um clima de euforia. Após o jogo, o comandante disse que o resultado é importante, mas “mínimo”. Com o resultado fora de casa, o Alvinegro precisa de apenas um empate no próximo dia 10 de agosto, no Estádio Nilton Santos, para chegar nas quartas de final da Taça Libertadores.

– Nós tivemos um planejamento em chegar inteiro fisicamente para esse jogo, que é o nosso maior objetivo no ano, a Libertadores. Com isso abdicamos de jogar alguns jogos com todos, para minimizar o risco de perder esses atletas. Quando você joga, principalmente com o Corinthians que é o líder do nosso campeonato, na casa deles, sem cinco jogadores, você está correndo risco de perder. Mas você não pode correr risco de ganhar e chegar hoje sem três ou quatro jogadores. Então nosso planejamento foi correto – opinou o técnico, continuando:

– Lógico que quando você vence o planejamento fica mais evidente, porque no futebol se avalia muito resultado. Mas a vantagem é pequena. A equipe do Nacional-URU é muito boa, muito técnica, tem que ficar com os pés no chão. Vantagem mínima, de 1 a 0, expectativa de um grande jogo na nossa casa também.

Confira outros trechos da coletiva de Jair:

ARBITRAGEM
Eu não falo de arbitragem, falo da minha equipe.

JOÃO PAULO DESENCANTOU
Conversei bastante com ele esses dias sobre a importância de o camisa 10 pisar na área. Hoje ele foi feliz. É a importância do treinador. Orientar, conversar… Ele era camisa 10 (no Santa Cruz), acabou virando volante. Como o Lindoso era camisa 10 e virou volante. Nossos meias têm características ofensivas. Então falo que não tem retranca. Fico feliz pelo gol. Quando se faz um gol, a gente ganha mais um jogador. A tendência é que agora ele faça mais já que tirou esse peso.

MATHEUS FERNANDES
Um veterano, menino que joga como veterano. Sou fã desse garoto, há muitos anos que trabalho no Botafogo e acompanho. Fico feliz de estar lançando um dos grandes jogadores do futebol brasileiro. Esse garoto, já falei até com a minha diretoria para amarrar, porque é nível Europa. Joga demais, frio, muito técnico, boa estatura, passada larga, pisa, finaliza, é nosso atleta com maior número de desarmes no ano… Grande jogador, fico feliz.É um grande prazer parar o treinador lançar jovens jogadores, e eles darem conta do recado.

MAIS TRÊS VAGAS NA LIBERTADORES
Nosso departamento de futebol está trabalhando. Na verdade não é nem contratação, é reposição já que perdemos alguns jogadores e estamos repondo. Tendência é que cheguem mais jogadores, não posso falar sobre nomes ainda porque não tem nada definido, pode atrapalhar as nossas negociações. Temos que repor as ausência de atletas que perdemos durante o ano.

POUPAR CONTRA ATLÉTICO-MG?
Vamos estudar, ver os indicadores, trabalho muito com a minha fisiologia. Vamos ver o CK, a quilometragem como foi, sentir também os jogadores como estão. É difícil você poupar contra o Atlético-MG, né? É uma pedreira atrás da outra. Mas que bom, a gente trabalhou muito forte no ano passado para alcançar essa situação, e hoje nós estamos disputando três competições importantíssimas. São poucos clubes que ainda estão disputando três, e o Botafogo segue firme em todas elas.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: