Redes Sociais

Notícias

Jesus e Autuori duelam em clássico que reforça elo entre Brasil e Portugal

Publicado

em

O confronto entre Flamengo e Botafogo colocará frente a frente os técnicos Jorge Jesus e Paulo Autuori. Apesar de o confronto ser um dos principais clássicos do Rio de Janeiro, pode-se dizer que o jogo de hoje (7) terá, à beira do gramado, um toque português e “papéis invertidos” entre velhos conhecidos. O duelo, que acontecerá no Maracanã, será às 18h, pela Taça Rio.

Do lado rubro-negro, Jorge Jesus, natural de Portugal e que tem, no comando da equipe da Gávea, o primeiro trabalho no Brasil. Na parte alvinegra, Autuori, que tem vasto currículo e que começou a carreira como treinador justamente em Portugal.

Jesus, logo que acertou com o Flamengo, chegou a ser alvo de críticas de companheiros de profissão. Certa vez, ao ser questionado sobre como enxergava tais comentários e avaliações, lembrou que técnicos brasileiros também estiveram em Portugal e citou Paulo Autuori, hoje no Botafogo.

“Vim para o Brasil, sou um treinador como eles. Não vim tirar lugar de ninguém. não vim ensinar a ninguém. Não sou melhor nem pior do que ninguém. Queria lembrar aos meus colegas que em Portugal já trabalhou um brasileiro, o [Luiz Felipe] Scolari. Ele é acarinhado pelos portugueses. Assim como Paulo Autuori, Renê Simões e Abel”, disse.

Sob o comando de Jorge Jesus, o Flamengo conquistou o Carioca, o Campeonato Brasileiro e a Libertadores do ano passado, além de ter quebrado alguns tabus e alcançado grandes marcas.

Já Autuori, que tem grandes títulos no currículo como o Brasileiro de 95, pelo próprio Botafogo, e Libertadores e Mundial de 2005, pelo São Paulo, começou a escrever a história como treinador justamente na “Terrinha”.

Depois de passagens por clubes como Portuguesa-RJ, América e Botafogo na função de preparador físico, ele embarcou para Portugal em 1986, para ocupar a função de auxiliar-técnico do Vitória de Guimarães. No ano seguinte, virou técnico do Nacional e, ainda do outro lado do Atlântico, voltou ao Vitória de Guimarães e esteve no Marítimo, sendo o primeiro treinador a levar o clube à classificação para as competições europeias na temporada 1994/95.

Depois de vitoriosa passagem por General Severiano, retornou para Portugal, desta vez, para comandar o Benfica, um dos maiores clubes do país. Apesar de ter ficado menos de um ano no Estádio da Luz — em uma época em que os Encarnados atravessavam uma crise — protagonizou episódio até hoje lembrado.

Antes de uma partida contra o Ruch Chorzów, da Polônia, pela Recopa Europeia — que também contava com o Lokomotiv, da Rússia —, Autuori adotou um desenho tático com uma espécie de 4-2-2-2 e, na ocasião, afirmou que “o Benfica vai jogar com a sua tática do pirilau [pênis, no Brasil]. Mas irá fazê-lo de forma bem ereta e com o rigor que se exige a uma equipa com as suas grandes responsabilidades.”

O jogo, fora de casa, acabou terminando em um empate sem gols e o treinador brasileiro foi demitido meses depois. Hoje, Jesus, que está prestes a completar um ano de Flamengo, e Autuori, recém-chegado ao Botafogo, medem forças visando a liderança do Grupo A da Taça Rio e dar mais um passo na luta pela classificação à semifinal.

Fonte: UOL

Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: