Redes Sociais

Colunas

Joel comemora gol e dedica ao filho e esposa

Publicado

em

Na primeira vez que disputou uma Série A, o camaronês Diederrick Joel Tagueu Tadjo – ou simplesmente Joel – despertou a atenção do futebol brasileiro. Foram 20 jogos e oito gols pelo Coritiba no Brasileirão de 2014, com apenas 20 anos. Desempenho que fez o Cruzeiro apostar nele e comprar 50% dos seus direitos econômicos por R$ 2,5 milhões na temporada seguinte. Mas desde então o atacante não conseguiu engrenar e render o esperado. Passou ainda pelo Santos até chegar em janeiro ao Botafogo, onde tenta, aos 23, um recomeço na carreira.

Com 1,78m e 76kg, Joel desembarcou em General Severiano com status de titular e motivação em alta pela Libertadores. Só que, na prática, a expectativa não se confirmou, e ele perdeu espaço. Não jogava há mais de um mês até virar surpresa na escalação de Jair Ventura. E não desperdiçou: jogando de titular, marcou o seu primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Bangu, em Moça Bonita, no domingo. E ganhou moral.

– Joel vem se destacando nos treinos, vem crescendo. É um jogador que veio com a confiança de todo mundo, tem uma expectativa grande em cima dele. O Jair optou em dar oportunidade para ele nessa partida – analisou Emílio Faro, auxiliar de Jair que comandou o time domingo.

Quis o destino que seu recomeço no futebol brasileiro fosse justamente em uma das regiões carentes do Rio de Janeiro, o que remete à sua infância. Joel nasceu em Nkongsamba, mas foi criado em Doula, um bairro pobre da maior cidade de Camarões. Muito novo, ele deixou a família para tentar a sorte no futebol no exterior. Passou por África do Sul, Egito, Bulgária e Bélgica, tudo antes de completar 15 anos. Até que, em setembro de 2009, aterrissou no Brasil.

Chegou junto a outros meninos com potencial para virarem jogadores, todos trazidos pelas mãos de um mesmo grupo de empresários. Começou a aprender o português e a jogar bola no estado do Paraná, onde defendeu o Iraty e depois foi para o Londrina. Como a Fifa não permite a transferência internacional de menores de idade, ele só treinava e disputava amistosos até completar 18 anos. Nesse período, morou no alojamento do clube e era contratado como menor aprendiz, com uma ajuda de custo. Quando finalmente estreou em competições, levou o time ao título do Campeonato Parananese de 2014 e chamou a atenção do Coritiba.

“JOEL, O CRUEL” E A PATERNIDADE

Foi nessa época que o camaronês fez sucesso no futebol brasileiro e ganhou um apelido nas redes sociais pelo seu faro de gols: “Joel, o cruel” virou até meme. Alcunha essa que foi ressuscitada por alvinegros no último domingo na internet.

Outro fator de inspiração para o atacante engrenar é a vida pessoal: justamente na semana em que fez as pazes com a rede é que ele soube que será pai. A esposa Jessica está grávida, e Joel publicou a notícia em seu perfil no Instagram. Por isso a comemoração com a bola debaixo da camisa e o dedão na boca, já homenageando o filho que está por vir ao mundo.

– Existem coisas que são inexplicáveis, e uma delas é a noticia que recebi há alguns dias atrás… Filhos são anjos que Deus coloca em nossas vidas, obrigado senhor por tudo, obrigado meu amor @lima_jessicaa por essa bênção… Prometo cuidar de vocês! O papai ama vocês – escreveu ao postar uma foto formando um coração com as mãos na barriga da esposa.

O camaronês, que já defendeu a seleção de seu país na base e tem o sonho de um dia ser convocado para a principal, é o favorito para pegar a vaga do suspenso Pimpão e seguir como titular, mesmo com a volta de Camilo na quinta-feira, contra a Portuguesa em Los Lários.

JOEL NO BRASIL:

Londrina – 34 jogos / 12 gols
Coritiba – 20 jogos / 8 gols
Cruzeiro – 24 jogos / 3 gols
Santos – 35 jogos / 7 gols
Botafogo – 5 jogos / 1 gol

Por um gol, a vitória pelo placar de 2 a 0 ainda não foi o suficiente para o Botafogo ingressar na zona de classificação para a semifinal da Taça Rio, mas serviu para passar o Nova Iguaçu e entrar no G-4 da classificação geral do Campeonato Carioca. Com o Fluminense, campeão da Taça Guanabara, e o Flamengo já garantidos na semifinal do estadual, restam duas vagas.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: