Redes Sociais

Notícias

Kalou revela relação “antiga” com o Brasil e papo com Seedorf antes de fechar com o Botafogo

Publicado

em

Atacante da Costa do Marfim namora uma brasileira e jamais esquece da receita do pavê da Dona Norma que o conquistou na Holanda

Salomon Kalou chegou ao Botafogo nesta temporada aos 35 anos e com contrato até dezembro de 2021, no que pode ser seu último desafio como jogador profissional. Com uma carreira intensa na Europa, em clubes como Feyenoord, Chelsea, Lille e Hertha Berlim, veio para o Brasil para desfrutar da atmosfera de paixão pelo futebol, ficar perto da família da namorada, que é brasileira e viver na terra de amigos que, ao longo dos anos, foram seus companheiros, como David Luiz e Túlio de Mello.

Kalou chegou no meio da pandemia do coronavírus, conheceu o amor dos torcedores apenas por redes sociais, ainda não teve a oportunidade de entrar em um estádio com público no Brasil. Mesmo diante desse quadro, demonstra muita felicidade com todo o carinho virtual que vem recebendo até o momento.

– Meu primeiro momento foi fantástico. Brasil, como sabe, ama o jogo, ama o futebol. Eu senti a atmosfera assim que cheguei no aeroporto. Por conta da Covid, os fãs não puderam ir, mas eu pude sentir a atmosfera pelas mídias sociais. Para mim, foi a melhor maneira de chegar no país do futebol – disse.

Com a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil confirmada, o Botafogo agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, no qual soma dez pontos e ocupa apenas a 18ª posição, na zona de rebaixamento. Vestir a camisa do Glorioso ficou fácil para Kalou, principalmente depois de receber dicas e incentivos de um holandês que brilhou por aqui, Clarence Seedorf.

– Ele foi um que me deu uma confidência para vir e jogar no Botafogo. Eu conhecia a história do Botafogo porque Clarence Seedorf jogou aqui antes e Clarence é uma lenda no futebol, na Holanda. Quando ele jogou no Botafogo deixou um bom legado.

Karina, o grande amor brasileiro

Um dos motivos para Kalou aceitar o convite do Botafogo foi ter a oportunidade de morar no país de origem da sua namorada, Karina. Ela está grávida, comemora a chance de passar esse período perto da família, mas deixou uma surpresa para o atacante: ele só vai saber o sexo do bebê no dia do nascimento.

– Eu já sei o sexo do bebê, mas o Salomon só quer descobrir na hora do parto, então, eu estou tendo que segurar essa informação para mim mesma e vai acabar sendo uma surpresa para todo mundo né, mas menino ou menina vai ser uma pessoa incrível e que está sendo muito esperada por todos aqui – afirmou.

Karina ressalta a felicidade de ver Kalou jogando no Brasil e se tornando ídolo de uma torcida como a do Botafogo, além do fato de poder estar perto da família em um momento tão importante.

– É o nosso primeiro filho, tanto meu, quanto dele, em uma experiência totalmente nova, ainda mais em meio a uma pandemia, então, no começo, isso trouxe muitas preocupações, tanto pra mim como pra ele, mas graças a Deus, eu estou até achando melhor, tenho mais tempo para descansar, ficar com a minha família e, como a gente está de quarentena, foca nas coisas que importam mais, não tem tantas distrações no dia a dia.

A primeira brasileira na vida de Kalou

Se Karina é o amor da vida de Kalou e a família vai aumentar com a chegada do bebê, a primeira brasileira que conquistou o coração do atacante atende pelo nome de Norma, que deixou o país em 1960 para ganhar a vida na Europa e ela conquistou o jogador, que na época jogava no Feyenoord, pela boca, mais especificamente com um pavê que ele jamais esqueceu.

– Todo mundo aqui na Holanda que come gosta, meus filhos, meus netos, jogadores e o Kalou dizia que quando ele comia pavê fazia gol. Ele é um amor e foi assim que surgiu essa amizade, esse gosto do pavê – afirmou.

A amizade com Kalou e a admiração do jogador pelo pavê é tamanha que Norma já foi até para a Inglaterra, quando ele jogava pelo Chelsea, para preparar a receita que o faz sonhar. Norma, que receita é essa?

– Não posso dar. Me desculpa, me perdoa. Eu sabia que ia ter essa pergunta, mas eu não posso dar.

Fonte: GE / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: