Redes Sociais

Colunas

La garantia soy yo!

Publicado

em

Qual é o melhor time do Campeonato Brasileiro? Os números apontam para o virtual campeão Palmeiras, mas… Você sabia que o Botafogo faz campanha superior com Carli em campo? Está certo que o xerife argentino jogou pouco por causa das lesões que o perseguiram no primeiro turno, só que com ele é mais qualidade do que quantidade. Foram 13 partidas do zagueiro gringo até o momento na competição, com oito vitórias, três empates e duas derrotas. Um aproveitamento de 69,2%, maior até do que o rendimento de 68,6% do líder da Série A.

Aos 29 anos, Carli é um dos nomes da reação do Botafogo no Brasileirão, está em grande fase – talvez a melhor de sua carreira logo na primeira experiência internacional – e vive lua de mel com a torcida. Nas redes sociais, comparações não faltam a ele: “Novo Gonçalves”; “lembra muito o Mauro Galvão”; “melhor zagueiro que vi no clube desde Gottardo”. Basta ver o gringo, que herdou a faixa de capitão do ídolo Jefferson, ou ouvir seu nome para qualquer alvinegro respirar aliviado. Afinal, se o Botafogo já tem a melhor defesa do returno com cinco gols sofridos em 15 jogos, apenas um do quinteto foi com o xerife em campo.

Foi na derrota por 1 a 0 para o América-MG, no Independência. Na única vez em que foi vazado no returno, Carli estava longe de Jonas, autor do gol, porque saiu quase na lateral para fazer a cobertura sobre Ernandes. No revés também por 1 a 0 para o Atlético-PR, o argentino estava no banco de reservas, enquanto na queda por 1 a 0 para o Santos e na vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG ele estava suspenso pelo terceiro amarelo.

Se há algo para reclamar com o gringo é só a quantidade de cartões que recebe. Ele já foi punido 14 vezes pelos árbitros na temporada, sendo um vermelho durante o Carioca, e já vai entrar em campo novamente pendurado contra a Chapecoense no dia 16. No elenco, ele só perde para Airton, com 15 advertências, e Bruno Silva, com 24. Mas o que mais irrita a torcida é quando recebe amarelo por reclamação. Coisa o próprio zagueiro admite precisar se cuidar mais.

Fato é que a torcida alvinegra está encantada com o xerife, e o sentimento é recíproco pelo clube e o Rio de Janeiro, cidade que considera ser “um paraíso”  na Terra. Já adaptado ao calor e ao estilo de vida carioca, Carli não esconde o desejo de jogar até o fim da carreira no Botafogo, trilhando um caminho para se tornar ídolo assim como Jefferson é no atual elenco. Se depender da diretoria, é o que vai acontecer. Tão logo o zagueiro fez sucesso e começaram os rumores de interesse de outros clubes, o Alvinegro renovou contrato com ele e aumentou o seu salário.

Após curtir dois dias de folga com a família viajando pelo Brasil, Carli se reapresenta junto dos demais companheiros na tarde desta terça-feira, em General Severiano. Após o empate no clássico com o Flamengo, o Botafogo chegou a 55 pontos e segue firme e com folga no G-6, grupo que garante classificação para a Libertadores. Segundo cálculos do matemático Tristão Garcia, o Alvinegro tem 95% de chances de confirmar a vaga no principal torneio do continente.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: