Redes Sociais

Notícias

Lazaroni reconhece importância da primeira vitória fora, mas diz que Botafogo “não está satisfeito”

Publicado

em

Contra o Sport, técnico consegue sua segunda vitória seguida à frente do time alvinegro: “Premiar o trabalho que vem sendo feito desde o início do ano”

Invicto em seu início como técnico do Botafogo, Bruno Lazaroni liderou o time em sua primeira vitória fora de casa nesse Campeonato Brasileiro. Os 2 a 1 sobre o Sport na Ilha do Retiro tiraram o time da zona de rebaixamento. O treinador reconheceu a importância do resultado, mas não terá tempo para comemorar e já foca na sequência.

– Importante para mostrar para os jogadores a capacidade que eles têm. São os maiores responsáveis por isso. Premia o trabalho que vem sendo feito desde o início do ano. Graças a eles e à ajuda de todos os departamentos conseguimos uma vitória importante, mas não estamos satisfeitos. A partir de amanhã, estamos focados no Grêmio para dar continuidade ao bom trabalho e à entrega que estão dando dentro de campo.

Com a vitória, o Botafogo chegou aos 18 pontos no Campeonato Brasileiro e termina a rodada fora do Z-4. Na próxima rodada, o Bota enfrenta o Grêmio, quarta-feira, às 19h15, na Arena do Grêmio.

Outras declarações de Lazaroni:

Expulsão do Forster

– A gente fez um bom primeiro tempo. Conseguindo construir desde o Cavalieri, criando boas oportunidades. Tivemos maior número de escanteios, mais posse de bola, mais finalizações. Por causa da expulsão, tivemos que recuar mais do que gostaríamos. Mesmo nessa dificuldade, conseguiram segurar o resultado.

– A estratégia acabou sendo recuar um pouco mais, ficar mais próximos da nossa área e tentar diminuir os cruzamentos, evitar os cruzamentos. O gol deles saiu oriundo dessa jogada. Qualquer jogador que fica de fora, faz falta. Falo sempre para os atletas terem atitude bastante profissional para termos todos os atletas à disposição, qualquer tipo de dor, procurar o departamento médico. Qualquer atleta que fica de fora é uma perda muito grande para a gente.

Momento do time

– O clima no vestiário sempre foi muito bom. A gente vinha de boas atuações, em diversos momentos não estávamos sendo tão eficientes. Nos dois últimos jogos, tivemos um volume interessante e fomos eficientes nas oportunidades. É tudo mérito dos atletas, do trabalho de todos os departamentos envolvidos.

Honda

– Honda é um jogador muito profissional, se coloca à disposição para ajudar a equipe, assim como o Kalou e os outros jogadores. A utilização dele (mais avançado) também foi em virtude da ausência do Bruno Nazário, que por característica, era o jogador que desempenhava essa função.

Fonte: GE / Foto de Capa: Marlon Costa – Pernambuco Press


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: