Redes Sociais

Colunas

Libertadores? Por enquanto, só para a torcida

Publicado

em

A mudança no regulamento da Taça Libertadores da América para os próximos anos já tem seus efeitos no Campeonato Brasileiro. Após ver a zona de classificação para a competição aumentar de G-4 para G-6, equipes no meio da tabela entraram na briga pelas novas vagas. E a proximidade do Botafogo do pelotão de frente criou um otimismo no torcedor alvinegro. Mas, por enquanto, só na torcida. É o que garante Jair Ventura, técnico da equipe, que não quer nem dizer a palavra “Libertadores”.

– Eu não tenho por que falar essa palavra ainda. O torcedor é paixão, ele tem todo direito de pensar em Libertadores e título. Antes ninguém achava que o Botafogo ia brigar pela Libertadores. Em breve eu vou falar a palavra Libertadores, o que a torcida quer escutar, mas por enquanto ainda não. Vou contrariar todo mundo? Daqui a pouco a gente fala nisso, também estou doido para falar, mas por enquanto ainda não – ponderou.

Para o treinador, o Brasileirão é a competição mais difícil do mundo, e, por isso, não se pode fazer projeções que não sejam concretas. Jair, entretanto, garante que não está sendo pessimista.

– Quando você fala em fugir do pior, automaticamente você chega perto do melhor. Uma coisa leva a outra. O nosso objetivo inicial é alcançar a pontuação para ficar definitivamente livre da zona do rebaixamento. Depois a gente vê alguma coisa melhor. Todo mundo tem que pensar no melhor, tem que pensar grande, mas temos que ter os pés no chão porque sabemos da dificuldade do campeonato e não podemos achar que estamos livres sem estar, só isso.

A sexta-feira foi de treino fechado no gramado do Engenhão. A atividade esteve aberta apenas nos primeiros minutos, quando o elenco se aquecia e realizava um trabalho tático, com 15 jogadores de cada lado em campo reduzido. Mesmo sem a confirmação ocular da imprensa, dificilmente o treinador modificará a escalação. O time deve ir a campo com: Sidão; Alemão, Carli, Emerson Santos e Victor Luís; Airton, Bruno Silva, Lindoso e Camilo; Neílton e Sassá.

A única dúvida fica por conta de Diogo Barbosa, ausente nos treinamentos durante a semana com uma torção no tornozelo. Na saída da atividade, o jogador disse estar bem, mas no pouco tempo que a imprensa teve acesso, o lateral apenas caminhou em volta do campo, de tênis, fazendo trabalho específico com o auxiliar Emílio Faro.

O Botafogo de Jair Ventura enfrenta o Figueirense no domingo, às 17h (horário de Brasília), pela 29ª rodada, no Orlando Scarpelli. Com 41 pontos, quatro atrás do G-6, a equipe entra de vez na briga pela vaga na Libertadores com uma vitória.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: