Redes Sociais

Colunas

Manutenção da equipe é a maior contratação, diz Jair

Publicado

em

Está aberto o início do período de especulações no Botafogo! Nesta quinta-feira, a diretoria vai ter uma reunião com o técnico Jair Ventura a fim de traçar possíveis alvos para reforços, renovações e a barca do final do ano. Dos 15 jogadores que ficarão sem contrato em dezembro, um já encaminhou sua permanência por mais um ano, que foi Emerson Silva, e outros cinco com futuro incerto são do time titular atualmente: Victor Luis, Alemão, Neilton, Sidão e Diogo Barbosa. No que depender da comissão técnica, todos ficam. Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, o comandante adiantou o que pretende dizer para os dirigentes no encontro de logo mais e mostrou receio em perder peças cobiçadas, como por exemplo Sassá.

– Costumo dizer que a melhor contratação é a manutenção do elenco. Jogador já conhece o trabalho, a casa, não precisa ter aquela adaptação… Começar o ano com a base da equipe facilita a vida. Mas a gente sabe que o mercado está difícil, eu não posso chegar para o Sassá se ele tiver uma proposta milionária e contar história. Tem que ver o lado pessoal, da família. Se me perguntar, quero ficar com todos. Lógico, e fortalecer com algumas contratações pontuais. Facilita muito a vida do treinador. Para mim, a grande contratação é a manutenção da equipe – afirmou, fazendo lobby pelas renovações.

Do quinteto, Sidão e Alemão têm as situações mais simples e devem continuar – com o goleiro, a única pendência está sendo o tempo de contrato, um ou dois anos. Neilton tem só mais um ano de contrato com o Cruzeiro, que não deve aceitar novo empréstimo, apenas venda. Como os valores são considerados fora da realidade do clube, o Botafogo está tentando negociar através de seu agente. Já os casos de Victor Luis e Diogo Barbosa são vistos como muito difíceis. O primeiro foi emprestado sem opção de compra pelo Palmeiras, que já solicitou seu retorno, e o segundo pertence a um grupo de empresários que estão tentando vendê-lo.

Os demais jogadores em fim de contrato são Gervásio “Yaca” Núñez, Paulo Ricardo – emprestado à Portuguesa –, Lizio, Milton Raphael, Lucas Zen, Anderson Aquino, Salgueiro, Matheus Menezes e Geovane Maranhão. Destes, apenas Yaca tem chances de renovar, enquanto os demais encabeçarão a barca. Uma preocupação de Jair é evitar que os jogadores percam o foco, e para isso ele chama a atenção se precisar.

– É meu primeiro ano efetivado como treinador, mas estou há bastante tempo no futebol. É uma situação que ocorre todo final de ano, alguns têm propostas, outros querem um contrato melhor, outros preferem viver novos ares… A gente tem que lidar com isso tudo. É uma situação atípica, mas sempre tentamos colocar o jogador focado na competição. Foi tão difícil chegar até aqui, não pode mudar. O foco tem que ser o mesmo. Eles são profissionais e sabem disso. Mas também são seres humanos. Se a gente vê algum indo pro caminho diferente, já pensando nas férias, aí puxa pelo braço e chama a atenção.

O Botafogo volta a campo neste sábado para enfrentar o Coritiba, às 18h30 (de Brasília), na Arena, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 53 pontos, o time de Jair Ventura é o quinto colocado e tem 88% de chances de terminar no G-6, zona de classificação para a Taça Libertadores, segundo o matemático Tristão Garcia.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: