Redes Sociais

Colunas

Matheus Fernandes, o “bombado”

Publicado

em

Ele tem só 18 anos, é franzino, mas foi um dos escolhidos por Jair Ventura para ser titular do Botafogo e enfrentar um Defensores del Chaco lotado contra o Olimpia. Matheus Fernandes não fugiu da raia e encarou o desafio. Com frio na barriga e tudo, o garoto ajudou o time a segurar os paraguaios no primeiro tempo e acredita estar aproveitando bem as oportunidades na equipe.

Dos recém-promovidos da base, ele e Marcelo são os que vêm sendo mais aproveitados pela comissão técnica, mas diferente do zagueiro o volante é franzino e vem fazendo um trabalho para ganhar massa muscular. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, revelou estar 2 kg mais forte e brincou com seu peso.

– Estou fazendo sim (trabalho para ganhar massa), a galera do Rodrigo (Vilhena, nutricionista) está em cima de mim o tempo todo com suplemento, botando para malhar… Já ganhei 2 kg (risos). A ideia é fortalecimento para aguentar, porque é duro. Pegar o Olimpia lá dentro, tem que estar preparado. (Ideal) Acho que é até 70 kg de massa magra. Estou com 68 kg ou 69 kg. O que vier é lucro, sou magrinho (risos).

Considerado “irmão” de Bochecha, Matheus tem até virado uma espécie de “enfermeiro nas horas vagas” do amigo, recém-operado de uma grave lesão de ruptura de ligamentos no joelho direito. Entre um café e outro para o companheiro no departamento médico, ele trouxe boas notícias para a torcida alvinegra.

– Falo com ele todo dia, passo ali no DM, pede para pegar café para ele. A gente criou uma intimidade muito grande, nó somos quase irmãos, vai um na casa do outro. Ainda não tive oportunidade de ir na casa dele agora por causa de carro e tal, mas fui algumas vezes quando ele estava bem, dormia lá e tal. Ele está fazendo a fisioterapia com o departamento, já está conseguindo dobrar um pouquinho (o joelho), não muito, mas pouquinho. Está indo super bem.

Confira outros trechos da coletiva:

JOGO CONTRA VOLTA REDONDA
A gente espera sempre ter oportunidades, elas estão vindo. Agarrar e ir para o jogo. Não sei se vamos com reserva ou titular, mas quem entrar vai dar o máximo.

JOGO ANTECIPADO
É importante tanto quanto os outros jogos. A gente não quer perder nunca. Se entrar com titulares vai dar moral para a Libertadores, se for com reservas pessoal vai dar a vida.

ANSIEDADE PARA JOGAR
Sempre rola friozinho na barriga, tremedeira, mas grupo está bem, Jair dá força, por em prática o que faz no treino, e assim vamos ganhando nosso espaço.

SABIA QUE SERIA TITULAR CONTRA OLIMPIA?
Desconfiei no treinamento, né? Sempre fico me iludindo, me botou no time eu estou dentro (risos). Saí do treino me perguntando: “Será que vou ou não?”. Chegou no treino decisivo, estava no time, pensei: “Acho que estou dentro”. Mas esperei a relação, aí começou o frio na barriga, tremedeira, mas correu tudo bem.

JOGADORES PROMOVIDOS
Alguns jogadores ficam um pouco chateados por não estar participando, mas é tudo trabalho, para quando a oportunidade aparecer agarrar A gente pede sempre para manter o foco.

BASE X PROFISSIONAL
Quando estava na base achava que era muito diferente, mas não é. Treinos mudam um pouco, mais fortes, mas o grupo é muito unido, acolheu a gente super bem. Está indo naturalmente, vai acontecer com os outros atletas. Vão entrar muito bem.

INSPIRAÇÃO
Me espelho muito no Airton, pela função, mas converso muito com Roger, Jonas, Bruno Silva… Tendência é só melhorar.

APOIO DO PAI
É até meio engraçado, a gente fica conversando em casa. Ontem estava conversando, “Matheus você tem que jogar igual o Airton, igual fulano”, hoje estou treinando com os caras. É trabalho, foco total, é o que você quer? Vai em busca que vai chegar.

TRABALHO COM JAIR
Tem sido importante porque o Jair já tinha contato com a gente na base. Acho que nunca treinei com ele, mas tinha palestras. Por mais que seja um cara novo, ele fica passando experiência para a gente.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

 


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: