Redes Sociais

Notícias

Montenegro explica ida do Botafogo ao STJD, agradece mobilização da torcida e garante que estádio não vai abrir segunda

Publicado

em

Botafogo não está preocupado com a possibilidade de multa de R$ 100 mil, determinada pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), caso não abra o Estádio Nilton Santos para o jogo marcado já para segunda-feira, às 17h30, contra a Cabofriense. O ex-presidente do clube, Carlos Augusto Montenegro, não concorda com a data da partida e agradece a mobilização da torcida, que está ao lado do Botafogo e pensa até em pagar a multa.

– O estádio vai abrir, porque vamos treinar de manhã. Depois, vai fechar. Uma coisa que muito me emocionou, o negócio é tão contra o Botafogo, que além da decisão do presidente do TJD, que diz que Botafogo e Fluminense têm razão, mas vai ficar com a maioria, entra alguém e diz que tem que abrir o estádio, senão vai ter multa de R$ 100 mil. Várias correntes da torcida se colocaram à disposição para arrecadar R$ 100 mil e pagar a multa. Cheguei a pensar em abrir o estádio e deixar uma cruz com máscara no meio do campo – afirmou Montenegro ao Fox Sports.

O dirigente explicou por que o Botafogo decidiu ir ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar adiar a data da partida.

– Nossa preocupação agora é tentar apelar para pessoas de bom senso e tribunais independentes para deixar que o Botafogo termine campeonato de forma honrosa no campo, dispute no campo o direito de ir à semifinal, o direito que clubes tenham condições iguais de disputar vaga na Copa do Brasil e de definir quem será o rebaixado. Estamos sentindo ambiente muito hostil na Federação (Ferj), está impregnada de Flamengo, impressionante a lealdade do Rubinho (Rubens Lopes), que é flamenguista doente, com o presidente do Flamengo. Precisamos sair desse ambiente para ter julgamento – declarou.

Montenegro contou que quase houve um acordo em arbitral da Ferj.

– Não tem briga, o Botafogo está cumprindo etapa por etapa. Foi à Federação, aceitou acordo de jogar dias 28 e 31, mas Federação e Flamengo não aceitaram. Agora, não dá mais para falar nisso. Aceitamos conversar, tentamos de todas as formas, conversamos com autoridades, até agora não conseguimos. Consultamos a televisão, que perguntou à Federação, que sequer respondeu. A TV comprou produto com 12 clubes, agora pode ter com 10, perguntou e a Federação não respondeu. Vamos mostrar nossas razões no STJD – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Fox Sports / Foto de Capa: Divulgação / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: